22.5.11

CONTRA A DOXA


Bhl chez Fog sur Dsk (20 mai 2011) por BernardHL


A televisão francesa, contrariamente às nossas, sabe fazer debates sem langue de bois única. No clip, a começar pelo moderador, nem todos concordam com Henri-Lévy ou Emmanuel Todd que começa, aliás, por dizer que nunca apreciou BHL mas que concorda com ele em matéria de presunção de inocência e da não apresentação de detidos, seja qual for o motivo da detenção, como vulgares macacos enjaulados para gozo da multidão. Dedicado a alguns amigos que sabem bem quem são.

11 comentários:

MINA disse...

Obrigado pelo clip. A capa da "Time" é um nojo. A revista deveria ser queimada na praça pública. E possivelmente não só a revista...

floribundus disse...

também há os que nunca são acusados
freeport
cova da beira
e por aí fora

o fascismo continua

Anónimo disse...

Bom debate sobre o tema, apesar de um pouco técnico, no "Sine Die".
João A.

Anónimo disse...

Excelente clip. A televisão francesa continua a ter óptimos programas e debates,em que sobressai a clareza e concisão do raciocínio. BHL está aqui no seu melhor, e a sua defesa da dignidade humana contra a justiça popular primitiva,de que aliás conhecemos tambem exemplos recentes entre nós, é de grande nobreza e coragem. Obrigado.

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

enjaular macacos com aspiração a gorilas

nã resolve os problemas
mas o pessoal gosta de ver cair os poderosos

e é melhor fingir que se muda alguma coisa e é mais barato

Anónimo disse...

Obrigado pelo clip. A capa da "Time" é um nojo. A revista deveria ser queimada na praça pública. E possivelmente não só a revista...




Exactamente. Queimada. Franceses de merda. Guilhotina. que nojo de povo.

Carlos Vidal disse...

Bom, pronto, meu caro, fique lá com o (seu) BHL.
A gente sabe que se fosse palestiniano, OK, podia ser mostrado como macaco. Porque é, de facto, um macaco.
Ah, a inteligência hiperactiva deste BHL até o faz citar um inexistente Botul (foi um jornalista brincalhão que inventou Botul) para comentar Kant.
Mas deixemos os palestinianos, os macacos de BHL.
Ó João Gonçalves, V. também acha o Soljenitsyne um "Dante do nosso tempo"?

Carlos Vidal disse...

Ah, e já me esquecia de um comentário: confesso que não ouvi nem 1 segundo de discurso de BHL. Nem aqui nem acolá.

Anónimo disse...

Eu não estive a ver a TV francesa e o dsk. Também nao vi a portuguesa e o futebol. Estive a ver a espanhola e as eleições.

Joaquim disse...

http://www.thedailyshow.com/watch/thu-may-19-2011/la-cage-aux-fools também uma análise, ainda que superficial, pertinente dos comentadores.

m.a.g. disse...

... em todo o caso, há uma diferença abissal entre alguém que "gosta (de) mulheres" e gostar (das) mulheres. A preposição faz toda a diferença, e no primeiro caso é sempre (de) evitar. A posição do dandy narcísico BHL, que também postula na agremiação " gosto de mulheres" não me merece, neste caso, qualquer credibilidade.