31.5.11

COMO ELE "DEFENDEU PORTUGAL"

6 comentários:

Anónimo disse...

Todos os cidadãos que entram para os partidos deveriam ser submetidos a um exame psiquiátrico de exclusão, e também a um questionário escrito e arquivado, como se faz na política dos EUA, com perguntas sobre a sua vida privada, comportamento social, património, etc.

Anónimo disse...

E defendeu muito bem, ao contrário daqueles que passam todo o santo dia a dizer mal de Portugal e dos seus conterrâneos.

Anónimo disse...

No Wall Street Journal um artigo intitulado
Portugal Waiting For Another Salazar...um artigo que não caírá certamente bem na classe politica portuguesa.

http://online.wsj.com/article/SB10001424052702304066504576347000622669380.html

a.marques disse...

http://www.acepolls.com/polls/1208066-quem-ganha

João Sousa disse...

Eu lamento que se continue a não fazer justiça às palavras visionárias do nosso Magnífico Líder. Quando ele dizia "queremos recuperar os 150.000 empregos que se perderam nestes últimos três anos", significava "queremos recuperar os 150.000 empregos que os nossos boys perderam nestes últimos três anos". E como bem sabemos, o Nosso Brilhante Líder não apenas cumpriu essa meta como a superou com largueza.

Agora mais a sério: o léxico português não tem palavras com a força suficiente para eu expressar toda a repugnância que sinto por esta canalha. Se, no próximo domingo, este grupelho de vermes morais não for eliminado dos corredores do poder, só vejo duas alternativas no meu futuro: a emigração ou a úlcera.

Anónimo disse...

http://www.dn.pt/inicio/pessoas/interior.aspx?content_id=1866908

Então o seu Papa já recebe gente desta?