30.10.09

PAPOSECOS

Um jovem amigo que ainda não distingue um escritor de um paposeco, esteve numa fila de paposecos que apreciam a ideia de que há escritores para sacar uns autógrafos ao «maior escritor castelhano de expressão portuguesa» claramente descortinado pelo Bruno: «ignorante e ronceiro, interpreta agora o «Génesis» ao pé da letra, como se estivesse a ler um panfleto do Lidl ou do Pingo Doce.»

5 comentários:

radical livre disse...

existe determinado "caminho" que não é para todos os escrevihadores.
estes incluem os autores dos livrecos do infantilismo.

os debitadores de notícias seguem outros trajectos para o mesmo fim.

definha a
«última flor de Lácio,
inculta
e bela»- Olavo Bilac

gosto desta "continuação" do Galego:
«ama a língua portuguesa?»
«amo-la»-Janio Quadros

Anónimo disse...

:))))))
Abraço!
JF

maria disse...

nem de propósito...

só para avisar que vou eliminar o meu blogue!

exactamente por estas e outras razões...

um bem haja

Anónimo disse...

O Génesis não é para ser lido ao pé da letra? Claro que não. Pode ser também ao pé da mão se for mais conveniente...

Anónimo disse...

Sobre Saramago e a Bíblia, veja-se o interessante comentário de Frei Fernando Ventura em:

http://ignorancia.blogspot.com/2009/10/frei-fernando-ventura-e-sabedoria.html