5.1.11

"CASA DA DEMOCRACIA" OU "CASA DOS SEGREDOS"?


Quando um roubador de gravadores de jornalistas como o sr. Ricardo Rodrigues preside a uma comissão parlamentar de inquérito, está tudo dito acerca do "prestígio" da "instituição" com sede em São Bento.

16 comentários:

Anónimo disse...

Roubar os gravadores foi um acto de desespero em relação a umas perguntas que lhe foram feitas...sobre uma mateir muito mais gravosa.

Anónimo disse...

Pois está, de facto.

Tanto mais que, para isso acontecer, terá existido entendimento com os partidos que tiveram a ideia dessa tal nona comissão: não foi certamente uma pura e simples nomeação do PS.

rmvsantos disse...

Viva João.

Muito sinceramente, O CONTRÁRIO É QUE ERA DE ADMIRAR.

Uma "caixinha de surpresas". :D

A

Rui

Anónimo disse...

Caro JG,

Pelo menos, na Casa dos Segredos, as putas são assumidas. Que em dia de gala se reúnem na sala, pernas ao léu e mamoca de fora, aguardando patrocínio! Mais digno, muito mais digno do que as sabujices que se passam dentro daquele edíficio onde estão (ou raramente estão) aqueles que nos deviam representar. Vou mais longe, para dizer que a questão nem sequer se coloca no facto de tamanho imbecil presidir a uma comissão parlamentar de inquérito, mas no simples facto de não estar a apanhar sabonetes nos chuveiros de Custóias. Fica a ironia de termos um declarado ladrão a presidir a uma coisa que vai discutir um atentado bombista! Doce país este, a Venezuela da Europa!

PB

João Sousa disse...

Parece-me uma escolha acertada. Penso que o PS parte da assunção prévia de que Camarate foi um atentado - e quem melhor do que um criminoso para perceber como funciona(ou) outro criminoso?

Ramos Moreira disse...

O RR não sabe como funcionam os gravadores que roubou, quanto mais uma bomba. Se tivesse esse mérito não necessitava de (v)ir para deputado do PS.

a. disse...

Qual prestígio?

impensado disse...

Só agora, por um dos comentários, percebi que RR preside à comissão parlamentar de inquérito a Camarate.
É um insulto à memória das vítimas.
Como é possível o PSD aceitar uma coisas destas???
Como é possível que isto não seja sentido como uma afronta?
Quem consente estas canalhices?
Já não há ninguém com vergonha na cara?

Anónimo disse...

Há que perdoar o impensado, que ainda espera ver alguém com vergonha na cara cá no burgo. Meu caro, confesse, chegou ontem a Portugal, não foi?

PB

Garganta Funda... disse...

Antes foi o deputado açoriano Mota Amaral a presidir à comisão da TVI/PT onde o Sr.Sócrates foi poupado.

Agora é outro deputado açoriano, o roubador de gravadores, a presidir à comissão de Camarate.

Isto anda tudo ligado...

S.C. disse...

Não há pachorra para tanta imbecilidade! Merecem-se uns aos outros naquele simulacro de parlamento! Nós é que merecíamos melhor que representantes daqueles... alguns de nós, pelo menos!

Anónimo disse...

Lá vamos nós assistir a mais uma peça teatral, desta feita e como não poderia deixar de ser, a outra farsa, mais uma a juntar às dezenas, senão centenas, a que temos vindo a assistir desde há 36 anos, despudoradamente protagonizadas pelos mesmos impenitentes actores.

A falta de vergonha da reles politicagem que dirige o nosso país ultrapassou todos os limites, imagináveis e inimagináveis.

Ainda tinha alguma esperança de que o que foi apurado na última comissão d'inquérito por alguns destemidos deputados, designadamente pelo (aparentemente) genuíno empenho de Nuno Melo, nos levasse finalmente ao esclarecimento da verdade e ao julgamento e prisão dos culpados. Pura perda.

A partir da promíscua personagem que nomearam para presidir à nona comissão... a esperança de que por fim algo de proveitoso e justo iria de lá sair, desvaneceu-se completamente. Se é que ainda restava alguma.

Pobre Sá Carneiro e acompanhantes. Que horrendo e infeliz destino lhes estava a ser secreta e diabòlicamente preparado pelos maiores traidores e assassinos que Portugal já conheceu.

Todos eles, os que engendraram este crime pavoroso, mereciam ter a mesma sorte daqueles que inocentemente e sem a mais pequena desconfiança, foram pèrfidamente conduzidos à mais pavorosa das mortes: pelo fogo.
Maria

José Domingos disse...

E não acontece nada. Um país de labregos, só pode gerar deputados deste calibre.
A bovinidade nacional, no seu melhor.

Gallião Pequeno disse...

A politica em Portugal está cada vez mais suja.

Anónimo disse...

Esse tipo está agora mesmo na RTPN a dizer que Cavaco tem de falar. Talvez devesse primeiro falar sobre o tema que o levou a roubar uns gravadores na AR, ou seja, a esclarecer o que o levou a cometer um crime para omitir algo. É que tinha mesmo de de ser este o escolhido para falar sobre quem não fala. Mete nojo, como toda esta classe política convive com personagens como esta. E ainda diz que os políticos têm umas obrigações especiais. "Respondia e estava resolvido", diz ele. E mais: "Criou um tabu e não esclareceu". Tudo isto para não se invocar as viagens aos paraísos fiscais, porque se formos por aí, esta espécie de deputado nem de casa deveria sair.

perplexo disse...

sedeada