20.1.11

MITOMANIA

Criou-se o mito, nesta campanha (em parte real mas isso decorre da bovinidade geral em vigor), da pior das campanhas destes 36 anos. Mas alguém se lembra da campanha presidencial de 2001 onde Sampaio foi reeleito? Foi assim tão gloriosa e "temática"? Puxem lá pelo bestunto.

4 comentários:

Lendas e Narrativas disse...

O Prof.Cavaco Silva disse que o país não se pode dar ao luxo duma 2ª volta, pois os juros podem subir!

Ele é Presidente há cinco anos, anda a falar todos os dias em tanta coisa, porque é que os «investidores» não o ouvem.

O Sampaio, coitado, ao menos tinha charme e elegância de quem viveu muito tempo fora deste Portugal dos Pequeninos.

Gallião Pequeno disse...

Aproveito para relembrar:

O estado social de Alegre e "sus muchachos":

- Diminuição dos vencimentos e/ou aplicação de taxas extraordinárias (permanentes??).
- Aumento do desemprego.
- Aumento dos preços dos medicamentos.
- Aumento dos impostos directos e indirectos.
- Consequente aumento dos custos de bens essenciais.
- Aumenta das taxas moderadoras.
- Introdução de portagens em tudo o que é estrada.
- Aumento exponencial dos combustíveis.
- ...

... E viva a democracia social!

rmvsantos disse...

Bom dia João.

Fazes bem em recordar esse "facto" politico (se é que Sampaio merece esse estatuto de FACTO), pois disso não passa, mas as consequências de um "presidente" que não fez "rata" estão na ordem do dia.

Como na construção de uma ponte, não se sabe se a ponte está mal ou bem construída no dia da sua inauguração, mas sim no espaço de 10 ou 20 anos.

Na verdade ainda se estão a assistir às consequências da eleição de Sampaio e do seu séquito, com algumas cerejas do bolo como os Ricardos Rodrigues.

Os mais novos que o digam, pois a cada dia que passam engrossam as estatísticas de emigração.

Uns emigram fisicamente. Outros ainda por cá, também já tomaram a sua opção. Vamos ver a abstenção!

Como consequência Domingo lá terei uma atenção especial pelo Coelho.

A

Rui

PS. Esclareceu a Padratura do Circulo de ontem. Todos chegaram mais ou menos às mesmas conclusões daquilo que aqui se tem escrito.

Anónimo disse...

Foi "eleito" com 24% (em rigor) do eleitorado. A República é um mito.