18.1.11

A "COELHIZAÇÃO" DA CAMPANHA


«Eles é que não sabem que, nesse momento, há mais gente a decidir ficar em casa, domingo, 23.» O "eles" de Manuela Moura Guedes são os colegas jornalistas (e os objectos deles) que andam na campanha. Ora por que é que a Manuela, futura starlet do dr. Balsemão, não fala por si? Qual é o gozo particular que esta gente que dá nas vistas tem em apelar à abstenção? Reduzir ainda mais o "povo" à sua provecta insignificância e ao aplauso acéfalo, caseiro, às júlias pinheiro porque o resto é tudo uma grande porcaria e "são todos iguais"? Parece que há um Coelho da Madeira prontinho a despertar onde menos se espera.

Adenda: Quando se abre o link do CM, acima, surge um verdadeiro batalhão de opinadores que debita no jornal. Se formos ao DN, ao JN e, até, ao Público, é a mesma coisa. Nos jornais ditos de economia, idem. Como a falsa modéstia não é o meu forte, e correndo o risco dos piores comentários, não resisto a uma pergunta retórica. Este blogue (eu) é seguramente um dos blogues individuais (sublinho o "individual") sobre, entre outras coisas, "actualidade política" mais lidos. Talvez mesmo o mais lido. O seu autor (eu) não consta que escreva mal, se furte a polémicas ou a "opiniões fortes". Por que será que nunca foi convidado para integrar nenhum dos referidos batalhões onde vagueia tanta redacção única em transumância, alguns, entre mais do que uma publicação, rádios e televisões? Onde ou em que é que um tipo se "inscreve" para obter o certificado de acesso à opinião que se publica tão nutrida pelos "donos" dela?

17 comentários:

Membro da Comissão de Honra de Coelho disse...

Já que fala no Coelho, diga-se, em abono da verdade, que tem sido o unico a levantar, na campanha, o problema fundamental da corrupção desenfreada e generalizada em que o país está submerso. Das bandas do candidato Cavaco Silva, nem uma palavra a esse respeito.
João Gonçalves...pronuncie-se sobre
o discurso de Braga:
http://coelhopresidente.wordpress.com/2011/01/17/video-nao-editado-coelho-em-braga/

Na minha opinião, um dos melhores discursos politicos feitos em Portugal nas ultimas décadas. Coelho vai surpreender muita gente nas urnas, dia 23.
Aqui já vai á frente, na contagem dos votos:
http://forum.chupa-mos.com/geral/398123-ultima-sondagem-presidenciais-chupa-mos-5.html

Anónimo disse...

Este coelho é um coelhito, uma marionete apalhaçada de outros coelhos maiores...

PC

joaogon disse...

Caro João.
Há por aí um receiozinho do "seu" homem ter de ir à segunda volta... :-)

João Gonçalves disse...

É verdade. Nem tenho dormido descansado.

Anónimo disse...

Mas é o regime que está em causa, é a pândega toda sem excepção. Tanto assim que o mais lúcido de todos já expressou o seu temor de uma «grave crise política».
Ah pois é ...

Anónimo disse...

Os acidentes rodoviários também atraem muita gente - e não é por isso que vão debitar para o CM.

Membro da Comissão de Honra de Coelho disse...

E se Coelho passasse á segunda volta? O que aconteceria nesse momento ao regime?

Fado Alexandrino disse...

Meu caro senhor, o seu c.v. amplamente demonstrado aqui permite-me dizer-lhe que um director de jornal só se fosse louco o deixaria escrever livre e descomprometido nas suas páginas.
E de outra maneira acho que seria o senhor a dizer não.

Membro da Comissão de Honra de Coelho disse...

Sobre a adenda a este post, tenho a dizer que não reconheço ao blogger João Gonçalves legitimidade para se "queixar", a partir do momento em que, há uns posts atrás, questionou, a proposito de uma entrevista de Coelho a Mário Crespo, o direito deste candidato a expor os seus pontos de vista nas televisões.
Gonçalves sugere censura para Coelho....mas já se amofina quando a censura que ele sugere para os outros lhe toca a ele!

amsf disse...

Se quisermos enviar um cartão vermelho às elites portuguesas este é o portador certo. O meu voto é no José Manuel Coelho!

Louco e palhaço é o povo que vota sistematicamente da mesma forma à espera de obter resultados diferentes!

Anónimo disse...

Já vem de há alguns meses a minha relutância em reeleger Cavaco, mas vou ter "tapar os olhos e pôr a cruz" no primeiro, como os comunas nas primeiras eleições presidenciais em que votei... Não estou preparado para arriscar o "desconhecido" sem Cavaco, com o dito cujo e a tropa xuxa que é a principal responsável pela merda em que "isto" está entulhado.

Quanto ao JG como colunista de imprensa... Vou fazer uns telefonemas! LOL

PC

joshua disse...

Tenho-me colocado essa mesma pergunta, quer relativamente a ti, João, quer relativamente a mim, que sou brilhante e não muito de levar a passear pela trela a fim de cagar opinião formatada na cidade, bem pelo contrário. LOL

Incendiários da opinião, não os querem. Pirómanos da Palavra, também não. Ficamos assim. Excepcionais e sós.

Anónimo disse...

O Coelho só olha para um dos lados. Tinha muito onde ir buscar falsidades à esquerda mas trata-se de mais um cão de parar dos pseudo-candidatos.

Anónimo disse...

Quem ganha é cavaco . O mais serio é F. Lopes. Coelho devia de ir à 2ª volta.

Anónimo disse...

Os numeros falam por si.Nas ultimas cavaco teve 50%.
Alegre, louça e soares somaram (20,,14,,5,,) 40,37%
Abstenção 38,47%
Vamos ver o que isto dá.

Anónimo disse...

«Por que será que nunca foi convidado para integrar nenhum dos referidos batalhões (...)»

Qual é o interesse de aumentar o batalhão com uma pessoa que, como os outros, em vez de analisar, emite opiniões pessoais? (vide a sua participação acima no "Combate de blogues", a apelar ao voto em Cavaco).
Nós não temos carência de opinadores. Precisamos é de analistas, de quem seja capaz de abordar um assunto sob o maior número possível de perspectivas.

Anónimo disse...

Por duas razões, meu caro:
1 - O director do jornal é co-responsável por tudo o que os colaboradores publicam e os textos despudorados e corajosos do João iam custar caro aos serviços jurídicos do jornal e levar o director muitas vezes à barra dos tribunais. Até porque, para gente com pouco miolo e capacidade de argumentação, é mais fácil recorrer a um processo judicial, mesmo que não resulte em nada, porque quem paga a despesa é o Estado ou a empresa pública do suposto ofendido.
2. O caro João não me parece que pertença a qualquer seita ou grupúsculo de interesses o que, num país que vive da reciprocidade de favores, dá direito a ficar eternamente de lado. Quem não tem padrinho, fica sozinho.