29.9.10

RESTINHO


Medidas duras e indispensáveis? Com certeza. Pena é que tenham sido anunciadas por quem jurou consecutivamente que as não ia tomar naquelas tendinhas da propaganda. Fosse este lugar um país sério e tamanha língua de pau teria a sua paga política. Assim sendo, a costumada mansidão, o consumo e o "povo" pagarão o resto com o restinho que lhes restar.

Adenda: Nogueira Leite, pelo PSD, fez bem em lembrar que não basta pôr cobro ao glorioso "investimento público" aplaudido pelo PS, pelo PC e pelo Bloco. Também as famosas "parcerias público-privadas" ou "público-público" devem ser postas rapidamente de lado. Era a "velha" que era "velha", não era? Há um ano fizeram tudo para a desacreditar. Agora tomem lá (tomemos lá, liberalóides de pacotilha incluídos: ou julgam que isto não se "comunica"?).

15 comentários:

Mani Pulite disse...

MELHOR MEDIDA PARA CORTAR NA DESPESA.TODOS OS BÓIS PARA O DESEMPREGO SEM SUBSÍDIO.VAMOS TODOS ELABORAR A LISTA DOS BÓIS A DESPEDIR.

Garganta Funda... disse...

Novamente o Brilhante Líder escamoteou as suas responsabilidades, dizendo que estas medidas se devem à famigerada «crise internacional», a maior desde há 80 anos!

Também o Ministro das Finanças não lhe ficou atrás, reiterando que as medidas adicionais para 2010 (trf do fundo de pensões da PT) era para pagar os submarinos adquiridos em 2004!

Não falaram nos encargos com as sctus e com as famosas PPP'S e não falaram da vertigem das obras farónicas.

Os portugueses merecem isto e muito
mais.

O Sr.Presidente da República, professor de finanças e economista por formação, devia ter despedido este governo no calendário «venatório» que estava ao seu alcance.

Não quis. Agora é também parte do problema.

Anónimo disse...

Eu não votei nestes incapazes. Eu nunca votei nestes incapazes, nunca...

PC

joshua disse...

Há um ano sabíamos que estes palhaços mentiam. A máquina de comunicação dos palhaços estava em força, com o tesão do dinheiro político lá metido, e o zé tuga, lorpa e tanso, quis comer mais lixo. Faça agora bom proveito.

Anónimo disse...

A única razão para se manter o TGV pago pela sobrecarga sobre os contribuintes é permitir acelerar a invasão pelos espanhóis ou outros povos bárbaros que lixaram a economia do país onde manda o anjinho Sócrates.

De nihilo nihil disse...

Vagueei por alguns blogues da malta do clube do desgoverno e aquilo parece que anda meio "arremelado" com assuntos muito a propósito como a revisão da constituição e o PSD para cá e para lá.
Parecem um pouco cozidos com esta coisa do Teixeira. Mas não o dizem, não vá o "bad english" tirar o "tachozito" à malta e logo agora que a coisa anda tão mal amanhada.

Anónimo disse...

A MFL dizia em 2009 Dezembro com o defice em 9% e sem responsabilidades de Governo que o defice não era prioridade.
Para estar a falar da Tecnica Competente nº1 em termos elogiosos a qual teve um bom herdeiro em Teixeira dos Santos é ter memória selectiva.

Quanto a esta desgraça de hoje ainda muita água vai correr debaixo das pontes.
Serão precisos mais 3 cortes iguais a estes.

Hoje se ninguém disser Não, Sócrates foi recompensado com 1,7 mil milhões de Euros para gastar à fartazana.

lucklucky

De nihilo nihil disse...

Realmente parece o assalto final...

Els disse...

1 - Como Vossas Excelências deverão, certamente, saber, as medidas hoje anunciadas nada mais são que FMI...."sem FMI".

2 - Como Vossas Excelências certamente saberão, a SrªMerkel está-se nas tintas aqui para a "paróquia". Na Europa faz-se o que ela manda e pouco pio. (supor o contrário remete-nos apenas para exercícios de retórica blogosférica e um pueril "wishfull thinking")

3 - Sendo, ou não, suficientes (se calhar....não são), as medidas hoje anunciadas (e as que, indirectamente são por elas provocadas) constituem um esforço muito significativo para os vossos concidadãos mas, já se sabe, a "outra" também recomendou "brioche".... enfim....
Espero, pelo menos, que não sejam completamente insensíveis às dificuldades que uma larga parte da população já passa, difuculdades essas que se vão alargar a cada vez mais pessoas (sim, são pessoas, sabem?!!)

4 - Como Vossas Excelências certamente intuirão, o PSD não está interessado em eleições nem em ir para o Governo por motivos óbvios: quem "manda" é o FMI, a Comissão e, no topo, a Chancelaria de Berlim, que quer é que países como Portugal deixem de dar chatices.
(o PSD não é a única "via" de aprovar o dito orçamento, note-se)

5 - Como Vossas Excelências certamente saberão (isto se perceberem um poucochinho de economia e de política internacional) neste momento não se trata já aqui da "paróquia". Não. Trata-se de algo bem mais importante: o EURO.
PERCEBERAM: O EURO!!
Aqui trata-se do EURO!!! Não é da politiquinha nacional! É do EURO!
O "jogo" transcende-nos, compreendem????
Não é aqui a ralé-caciqueira do sítio a botar faladura! É o EURO!
Trata-se do "peixe-palhaço" a querer estragar o "jogo" dos "tubarões"!
Perceberam??????
SIM!! Espero que sim.

6 - Por pior que o actual governo seja (e é mau!) só quem não tiver juízo e responsabilidade pode "prescrever" uma queda de governo e novas eleições no quadro actual (na prática meio ano de governo de gestão e novo orçamento sabe-se lá quando). Sabendo Vossas Senhorias o comportamento dos mercados estou certo que terão noção do que nos aconteceria.
Sejam responsáveis.

7 - Os partidos portugueses (e demais politiqueirice-rasca nativa, visivelmente "acabrunhada" perante vozes "mais fortes"), doravante aprovam e desaprovam, muito simplesmente, o que Bruxelas e Berlim lhes "mandam".

SERÁ QUE PERCEBERAM??!!?!!
Ich hoffe....


Joke - Os alemães, à "porta fechada" devem dizer: "Olha...afinal nem era preciso disparar um único tiro!!! (eheheh)

LOL!
Quem ri por último...

S.C. disse...

Manuela Ferreira Leite tinha razão, como o tempo - e a escalada da irresponsabilidade governativa - vieram provar. Ninguém queria saber das verdades, que o discurso negativo não dava votos. Agora, pagamos todos e a muitos de nós dói que se farta!

Anónimo disse...

ELS no próximo ano Portugal tem de ir buscar mais de 20 mil milhões ao mercado para rolar a Dívida. Ou seja para mantê-la como está. Com a nova sobe para mais de 30 mil milhões de Euros.

Estes Cortes representam 3,4 mil milhões e os impostos de 1,7 mil milhões.



lucklucky

Andre disse...

Lembram-se do que espumava o PS aquando das medidas extraordinárias para equilibrar o défice??? Onde andam eles agora??
Também posso gastar o que me apetecer e depois alguém paga??

Justiniano disse...

A Velha anda e andará de cabeça erguida, ao contrário dos tolos que apodavam da virtude!! Deve, hoje, a MFL estar a assistir de camarote. A ver a azáfama pela janela, rindo-se, não de Sócrates, coitado, mas daqueles tolos que nele creram!! E agora!?

Anónimo disse...

Deve-se estar a rir em especial de alguns colegas de partido!

Anónimo disse...

E V. Exa tem alguma razão para crer que se o PSD estivesse no governo há 15 anos não estaríamos na mesma ou ainda pior?
Defender o fim de todo o investimento público é reconhecer a inutilidade de um Estado. Assim sendo, para que serve o governo? E a AR? E o seu amado PR?
Que tal se fechássemos a tasca em que isto se tornou (com o apoio do PSD e do CDS) e fossemos todos para a Venezuela?
Lá, temos um gajo daqueles em quem temos orgulho: com uns tomates bem pretos no meio das pernas...E muita terra para cavar.