19.9.10

PIOR

Um tipo chega a casa, regressado de uma soberba praia do Guincho e, em meia-hora, estraga-se toda essa ideia de beleza porque em torno da sua casa (vastas redondezas) não consegue estacionar o carro. Motivo? Porque estava tudo atascado de viaturas do ululante "povo" da bola. Merecem o Socrátes? Merecem pior que o Sócrates e para aí umas setenta pragas do Egipto.

12 comentários:

Traque Back disse...

A mim já me aconteceu pior.
Encontrei tudo atascado de Mercedes, Bêémedablius e Audis de Ministros, Secretários de Estado, Chefes de Gabinete, além de algumas pessoas cultas, que tinham ido à Opera.
Também não merecem melhor que o Sócrates.

carol disse...

Olhem, mas vocês, quer o mereçam quer não, têm de o aguentar!
É o que me acontece com o Cavaco... Cada um tem o que merece e não vale a pena estar a pôr-se de fora...

Miguel Dias disse...

De certeza que vai aparecer por aqui o Anónimo do costume a exigir Respeito pelo Futebol e correspondente trupe. Tenha cautela Dr. João Gonçalves, para a próxima podem vandalizar a sua casa se souberem que os critica.
Mas a verdade é que a malta da bola precisa de auto-estima que só o futebol lhe fornece, sem o Circo da bola não conseguem encarar a realidade, aliás o Mundo, para essa gente, gira à volta do clube de futebol que veneram.
Relativamente às elites do País, só de pensar que já tivemos homens que se aventuraram ao Além-mar, que se revoltaram contra os Filipes, e que lutaram para edificar uma Monarquia Constitucional e hoje olhamos para a nossa classe política e só queremos fugir de Portugal. Houve uma degeneração do carácter português, contributo da estupidificante I República.

floribundus disse...

entro sempre na garagem antes da chegada dos índios

Anónimo disse...

Miguel Dias,
Já não há muito mais por onde optar. Pela lógica cartesiana mais pura, o passo seguinte seria reunir armas e matar toda esta crassa malta do constitucionalismo de 1976. Mesmo que o resultado fosse mesmo só esse. Nas espécies superiores, o leopardo, a gaivota, o texugo, a vaca, são animais territoriais que sentem medo e por fim raiva. Nas espécies inferiores, como a lombriga ilustra, não existe o medo ou a raiva; existe só embotamento e indiferença.

Ass.: Besta Imunda

Xico disse...

Ó Traque Back,
Você faz ao menos ideia onde fica a ópera?
É que aquilo que conta não é possível no local nem nas redondezas da ópera! Mesmo que quisessemos acreditar que os secretários de estado, os ministros e os chefes de gabinete fossem todos juntos à opera. Ver essa gente toda junta num espectáculo só no futebol.

Anónimo disse...

Mas porque carga de água há-de o mundo do futebol ser diferente?
Não estamos no mesmo país?
Afinal quem é responsável pela existência do Pinócrates?

Anónimo disse...

Bem visto, carol. Os gajos votam todos no bonitão do Sócas, e depois fingem de queixosos.

Ana Cristina Leonardo disse...

guincho sem vento? um privilégio que teve de pagar com o inferno do estacionamento. está tudo explicado.

Joaquim disse...

Um tipo de bom gosto, boa pena e bons hábitos (por ex. ir ao Guincho em vez de futebois), não devia viver em sítio tão mau...

Traque Back disse...

Xico,
Saber ler é uma qualidade que precede o GPS e logística.

Anónimo disse...

Eu risco os carros todos mal estacionados que bloqueiam os dos residentes...