26.7.10

FAÇA FAVOR

Os jornais anunciam que a sra. D. Pilar del Rio solicitou a nacionalidade portuguesa e que vem viver para cá em Setembro. O que estava a fazer mais falta a Portugal era esta nova portuguesa aparentemente farta de securas. Ou a "notícia" (há milhares de anónimas que pretendem o mesmo). Mas faça favor.

16 comentários:

Anónimo disse...

O pior é que as mordomias a que a dona Pilar vai ter direito por cá, agora que descobriu que Lanzarote tem um mau clima para as doenças respiratórias de que seu defunto marido sofria, somos nós que pagamos.

Anónimo disse...

Vem viver para a casa dos "bicos"... (gentilmente cedida pela "cambra"... a propósito, já toda a gente esqueceu a estória das casunchas baratas cedidas pela "cambra"). Fazer o quê?


PC

Anónimo disse...

É muito natural que assim seja. Existe uma facção do pensar, apoiado ainda por pessoas, em que o culto da personalidade é paralelo com o estado. Faço tb reparar que nao lhes chamo comunistas. Esse culto da personalidade faz gravitar à sua volta (não chamarei de personagens), mas outras pessoas, figurantes, que sem a personagem principal se perdem no drama.Não tem fala! Mas a sua presença muda e a sua imposiçao fisica só é reconhecivel nos estéricos.
ass. Shemale de macau

Anónimo disse...

Julgo que a dona-pilar terá dito que "se Cavaco" tivesse ido mesmo à passagem do seu defunto para o Céu-dos-comunistas, teria sido uma hipocrisia e uma farsa". Menos mal. Mas não chega para aplacar perguntas e questões acerca da pardacenta situação do espólio-do-queimado, dos bicos, da "fundação", de carcanhóis públicos e de excessos de boa-vontade-porcina de Tó-costa quanto à canonização planeada. Explique-se, que isto não é só chegar e pedir um bilhete de identidade. Com a selecção foi o que se viu.

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Calma que o Liedson marcou, pela selecção. E se casassemos a Pilar com o Liedson? O yannick já casou com a floribela...o quê? são os dois portugueses? Mas vivem o sonho "amaricano".
ass Piromano Gazeado

zé sequeira disse...

É mais um romance de Eça de Queiroz.

É só chamar o Pintéus e toca a bater de cupê para o Lawrence à cata das espanholas. Venham elas.

maria disse...

Numa entrevista ao PÙBLICO, há três/quatro meses, esta espanhola chamou-nos "Povo rasca". Afinal, ainda não estava instalada nos Bicos. Mas os Bicos, mesmo sob a alçada da Câmara sáo Património Nacional, não são do dr. Costa. Ninguém lhe explica isso? Interessante, também é que a última vontade de Saramago era, quando morresse, ficar em Lanzarote, honestamente é estranho, ou será uma questão de impostos?

Anónimo disse...

Isto é o que se chama a verdadeira fuga ao fisco.

Anónimo disse...

Há uma dívida ao fisco espanhol de mais de 700 000 euros...

Nuno Castelo-Branco disse...

Ela também vai ingressar na Selecção? É que estas expeditas outorgas de nacionalidade, não é para todos. Em ano de centenário, a canalha vai a todas, desde que haja verba à disposição, claro...

Anónimo disse...

Se nos lembrarmos que Saramago chegou a ameaçar deixar a nacionalidade portuguesa, este anúncio é curioso.

Nuno Castelo-Branco disse...

Ao anónimo das 7.49

Que pena não ter passado de uma "ameaça"...

Anónimo disse...

Mas alguém duvida que se trata apenas da desfaçatez de fugir ao fisco?

Anónimo disse...

raio de povo amargurado este que temos, para mim é-me absolutamente indiferente que ela venha para cá ou se instale em Amsterdão,

... e há quanto tempo não põem vocês os pés na casa dos bicos, se é que alguma vez lá foram?

Red Eagle disse...

Pergunta parva do dia:
Quem é a D. Pilar?

Saudações Chaladas

Cáustico disse...

Quero lá saber dos outros. Por sorte ou azar sou português. Sou o que sou, e à minha pessoa nada adianta haver neste país quem jogue bem futebol, quem cante bem o fado ou seja capaz de alinhavar umas quantas frases. A existência de bons futebolistas, de boas cantadeiras e de escrivas com certo jeito nada acrescenta à minha pessoa. Sou apenas o que nasci e o que me fiz.
Saramago em Lanzarote ou em Portugal, é-me completamente indiferente desde que isso não me traga mais encargos.