30.11.10

ESTADO DE NECEDADE


Para completar o "estado" em que vivemos, só faltava mesmo a opinião deste senhor. Para além de que um referendo sobre república ou monarquia dá de comer e beber a milhões de portugueses, emprego e felicidade de uma maneira geral.

7 comentários:

floribundus disse...

o sapatilhas é mil vezes pior.

amnhã dedico o meu poste à insânia devido ao dia a dia aqui vivido.

OCTÁVIO DOS SANTOS disse...

Você não desiste...

... Mas, já agora, sempre quero ver se comenta isto:

http://www.ionline.pt/conteudo/91279-cavaco-disse--pide-que-estava-integrado-no-salazarismo

Mais ou menos na mesma altura (final dos anos 60), D. Duarte não só não estava «integrado» como promoveu a formação de uma lista eleitoral de oposição em Angola.

joshua disse...

Tolerância, meu caro, tolerância!

O homem é Decente, admite lá.

VANGUARDISTA disse...

O problema da Ibéria ( ou melhor dos Iberistas) é a questão de unir um Estado Republicano com um Reino, um destes regimes terá de ser alterado.
Caminhamos a passos largos , pelos piores motivos, para essa solução.

Licurgo disse...

D. DUARTE PIO representaria os Portugueses e a História de Portugal.
Os políticos republicanos representam-se a eles mesmos e são cegos obedientes aos interesses da internacional socialista (comunista).
Esta é a grande diferença entre um Homem sério e os grupelhos de medíocres, incompetentes e corruptos que andam a afundar o País de há anos...

Anónimo disse...

Deem ao Duarte um héli a pilhas (Duracell de preferência). Vai ficar entretido tempo bastante para recuperar da enxaqueca que me provoca quando anuncia "a salvaçao do reino".
Como se não me bastassse aturar a corja que suga o Estado, volta e meia lá vem o Duarte (ou a sanguessuga do Pinto) com a queixa do costume: derrubaram-nos à porrada, os malandros. Pois bem, façam o mesmo e deixem-se de queixinhas maricas.
J. Mendes

Fernando Oliveira Martins disse...

Insultar os monárquicos ou o senhor D. Duarte não é propriamente uma boa ideia, numa altura em que pouco gente pode dizer que não tem nada de negro no seu passado - mas o João e alguns comentadores é que sabem...