8.11.10

POBRETES CHIQUE


O mítico Financial Times classificou a pátria como o país mais pobre da Europa. Deu-nos, porém, uma consolação. É que temos o primeiro-ministro mais bem vestido da mesma Europa. E eu concordo. Evita Perón, quando visitava os seus "descamisados", fazia questão de usar as melhores jóias porque, dizia, isso fazia-os sentir mais felizes. Quem é que não fica automaticamente mais feliz ao contemplar a elegância e a sobriedade de José Sócrates? Quem?

24 comentários:

Anónimo disse...

O Portugal de hoje é um país com vários problemas graves, que por evidente ordem decrescente de relevância são: as eleições presidenciais, o facto de não ter Governo e ter uns senhores que julgam ser o Governo, a emergência de uma mudança imediata e radical de rumo e o deplorável estado estrutural em que se encontram todos os pilares fundamentais em que assenta. Não fosse o facto de no passado recente ter sido governado por um conjunto de políticos de ampla visão, que mandaram erguer uma dúzia de estádios de futebol, fazer um europeu da modalidade e organizar uma Expo, e seria um estado sem qualquer solução de sobrevivência acima do mais baixo patamar europeu, povoado por uma gente triste, desiludida e a viver numa esperança mínima garantida. Ainda bem que não é assim e que, como diria o Eng.António Guterres, o mundo olha e olhará para nós com outros olhos. A única grande perdição desta nação é que tem um problema com o tempo. Não percebe que está desfasada, que anda mais lento e que, à medida que o tempo passa, as distâncias e discrepâncias para aos outros crescem. É um país muito homem, com pouca propensão para fazer diversas coisas ao mesmo tempo, avançando num passo que é o de um mundo que já passou e não existe senão nas memórias de quem está mentalmente parado. É um país numa terceira-idade tardia, cujas células já não se regeneram própriamente, degeneram ou dão cabo das poucas boas que ainda vivem. E arrasta-se, cansado de si próprio. Ainda tem algum tempo de vida, mas é curto, penoso, incerto e dependente da vontade e da disposição de terceiros para lhe fornecerem a electricidade que alimenta o ventilador a que está ligado. Lá bem no fundo, é um país já só ligado ao mundo por uma tomada alimentada por especuladores neo-liberais, que, segundo alguns pensadores, são em simultâneo o seu banco e o seu maior inimigo, a quem dão abraços, beijinhos, e rogam pragas destinadas a filhos da puta, conforme a maré da taxa da dívida soberana do dia.

john disse...

Pois, João, mas aí o homem entra a falar no seu "inglês técnico" de domingo e não há trapos que salvem o fiasco..!

João Sousa disse...

"Quem é que não fica automaticamente mais feliz ao contemplar a elegância e a sobriedade de José Sócrates? Quem?"

Eu.

Anónimo disse...

Sepulcros caiados de branco e cheios de podridão por dentro

Garganta Funda... disse...

Antigamente éramos «pobres, mas honrados»...

Anónimo disse...

Ou seja, exactamente o inverso do que se podia verificar no tempo do Tio António das Botas!

observador disse...

Enfim,

A politica do pobrezinhos e limpinhos, lembra-se desses tempos?, mas em versão Chic & Fric.

Claro que os Fric's continuam a ser os mesmos ...

Anódino disse...

O Presidente das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, também visita os pobrezinhos montado em BMW série 7,um carrito acima dos 100.000 euros. Claro que a propriedade do carrito é dos pobrezinhos, que muito lhe agradecem.

Nuno Oliveira disse...

Um pais que possui pessoas capazes de verdadeira violencia e veemencia verbal, escaldando de sentimento por causa de um clube de futebol, nao sera capaz de canalizar esse calor para o bem comum?

Em resposta ao post, caro Joao, se o portugues so nao foge aos impostos porque nao o deixam, se a caracteristica individual mais forte do portugues e precisamente a de ser individualista, e natural que se alimente de sonhos de como poderia andar vestido se tivesse completado o curso tecnico de portugues e pago as quotas de um partido qualquer...
E como os sonhos sao o que nos resta para sentirmos alguma felicidade neste rectangulo... ai tem a resposta!

Anónimo disse...

Perfeitamente dispensável, a pergunta... Mas enfim!...

Mani Pulite disse...

UM DIA DESTES VAI TER DE PÔR OS FATINHOS ARMANI NO PREGO.

angelo ochoa disse...

João Gonçalves:
Discordo profundamente.
Que Sócrates, o não filósofo, nem grego nem português, não é traste que se lembre, e que, muito menos, como modelo se recomende – a ninguém!
Diria somente, sem ser por graça, que é demasiada desgraça de esquerda e direita – pra esquecer.
Quanto antes.

Publique-se,
a bem da pequenina nação da Maria Imaculada Excelsa Rainha da Vila Viçosa vila, desde um remoto João, para muitos dos seus filhos embora puta, mas, ipso facto, medianeira de mil graças.
A Essa, sim, honra e louvor, pela noite dos tempos.
Nunca anónimo,
Ochoa

Anónimo disse...

Preparem-se irmãos o naufrágio da nossa nação será o 2011

Anónimo disse...

Faz bem em apresentar-se compostinho.Se ele até assim só consegue fazer figuras tristes...

LUIS BARATA disse...

Entre a palestra do amigo Pinho e a conferência de imprensa, há sempre tempo para comprar mais uns fatinhos na Big Apple.

Anónimo disse...

Eunão,com toda a certeza, até sinto nojo de ser aquele pateta com os seus cabelos pintados para fingir que os tem adquirido a levar-nos cada vez mais para a desgraça

Anónimo disse...

O Eng. Técnico vai fazer com o FMI como fez com o aumento dos impostos.

Esperar até à última, para depois ser muito pior...

Jacinto disse...

Dâmaso Salcede alcandorado ao Poder - e (re)conhecido"lá fora" !
Podre de "chic"...

Marota disse...

Ele é um grande Pipoca, este Janota.

Anónimo disse...

Nada de substancial a contrariar ao famoso FT - NO FT, NO COMMENT !

Mas porra, dizer que somos os mais pobres da Europa ? Então a Bulgária, Roménia, etc...

Bem só diz isso de Portugal quem nunca esteve ou foi a um daqueles desgraçados Países - o que julgo nao ser o caso dos jornalistas do FT. Logo....

Marota disse...

Sepulcros caiados de branco e cheios de podridão por dentro

Isto na linguagem da Marota era assim:

Trajada por Chanel com um furinho na cuequinha e dois no dentinho.

Bic Laranja disse...

Puro engano. Tem mau hálito. Quando abre a boca é um pavor.
Cumpts.

Anónimo disse...

Sem que isto seja um ataque pessoal, falo no campo politico e claro que tem mau halito, devido aos sapos que anda a engolir.

Anónimo disse...

O pior é que o cavalheiro abre a boca para falar inglês, ou mesmo castelhano, e não há Armani que lhe valha: faz inevitavelmente figura de pacóvio.