28.11.10

O PORTUGALÓRIO CAMINHA PARA AS FESTAS


Esta semana o 1º ministro visita a Argentina e a Líbia, respectivamente a viúva Kirchner e o beduíno Kadafi, duas excelentes pessoas vistas à distância. E com Zapatero, outro líder mundial prenhe de credibilidade, vai "promover" a candidatura ibérica a um mundial da bola, justamente o que a Península, a caminhar rapidamente para a falência, mais precisa. Quando regressar, talvez Sócrates se ocupe da realidade antes que esta se ocupe dele. Mesmo assim irá sempre tarde. No meio disto tudo, as televisões vão organizar dez (10) debates entre candidatos presidenciais. Uns com os outros, todos com todos, dois a dois, etc., etc. Querem tudo arrumadinho antes das festas. Lá para o terceiro ou quarto debate, com sorte, o país já estará farto. Estamos a definhar. Material e moralmente. Noutro lugar qualquer a sério, as eleições presidenciais, numa hora destas, seriam um momento importante de purga nacional. A menos de dois meses delas, porém, é o que se vê. Todavia, o candidato que apoio "acredita". Esperemos que daqui a algum tempo ainda haja alguma coisa em que acreditar.

8 comentários:

Anónimo disse...

A verdade é que o Pinócrates, para além de todos os defeitos que tem e são imensos quer política quer eticamente, está-se a revelar ainda totalmente inconsciente e irresponsável e ninguém consegue pôr cobro a isto!

Fado Alexandrino disse...

Para mim fazer um elogio é como arrancar um dente, mas não há volta a dar, este post é perfeito.

Anónimo disse...

Mas que porcaria de época triste e desinteressante! Onde estão os sumarentos casos 'políticos' de surripianço de gravadores por Ricardo-Roubador-Rodrigues, de viagens à pala da Dona-Medeiros, de inquirições a Rui-Boy-Soares, de revelações das escutas Vara-Robalos e Pinto-de-Sousa, de peixeirice-das-artes e Canavilhas...
Perante o peso esmagador dos juros e das cautelas obtidas a custo nos prestamistas internacionais (que secarão o país por mais de trinta anos), toda a sorte de notícias ridículas, pequenos escândalos e outros factos supra-cómicos produzidos por este executivo de quadrúpedes, passam necessariamente discretos e sem desenvolvimento nas amodorradas folhas Expresso-e-Sol. Ainda por cima o país aguarda, cataléptico como uma galinha condenada ao cutelo, as benditas presidenciais. Uma pena...

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Eu, por mim, há muito que deixei de acreditar no candidato que "acredita".

MINA disse...

A candidatura ao mundial de futebol é um CRIME. Já o último campeonato, creio que europeu, que levou a construir dez estádios, no tempo do Toneca Guterres, e que hoje estão vazios e a cair, foi uma inconsciência e um desperdício.

O futebol, hoje um dos meios utilizados pela corrupção a nível nacional e internacional, deixou de ser um desporto para ser um negócio em que se movimentam milhões, que não se sabe donde vêm e para onde vão.

Que há jogadores interessantes, sem dúvida; alguns até cuidam mais do visual que do jogo.

Deve manter-se o desporto e acabar-se o negócio, ainda que as multidões ignaras clamem pelo espectáculo. Como sempre, anseiam "Panem et circenses". Mas a manter-se o circo, podem ficar definitivamente sem pão.

Anónimo disse...

"The Sting", "A Golpada"

No Correio da Manhã, em letras grandes para quem tiver dificuldades de vista, a explicação simples, de como o governo e a Banca roubam a Nação.

Com o aplauso do actual Presidente da Republica e respectivo Conselho de Estado

Outro filme a não perder:
"Ali Baba e os 40 ladrões"

Anónimo disse...

Quando Guterres e o PS prometeram colocar portugal no pelotão da frente as pessoas pensaram em modos ciclísticos. Na verdade, o que o PS estava a prometer era deixar-nos a todos em pelote.

Anónimo disse...

Para a besta:. Obrigado besta neste tempo cinzento pela sua poesia:
“uma galinha condenada ao cutelo, as benditas presidenciais”,
Que belo poema. Que alma enorme. Transformar o magro peru em galinha, e as presidenciais serem “benditas”, é visionário. E o terminar com uma pena, indizível.