13.5.10

A EVITAR


O novíssimo "bloco central" protagonizado pelo admirável líder e pelo neófito Passos, reles aprendiz de feiticeiro (o Prof. Nogueira Leite nem precisa esperar por Passos - pode ir, de novo, para ajudante de ministros socialistas, algo que lhe assenta tão bem como lenços na lapela do casaco), também se reflecte em coisas como esta e esta. Parafraseando outros "delgados" tempos, Sócrates está candidato a primeiro-ministro coca-cola e Passos a qualquer coisa mas em light. Ambos cheios de corantes e conservantes, naturalmente. A evitar.

Adenda: Quando estas gloriosas e patrióticas "medidas" forem ao parlamento, vamos ver até onde desce a curvatura da espinha dos deputados do PSD. E Passos, se ainda tem cara, devia aparecer para se explicar. Ninguém votou no PSD em Setembro para ouvir conferências de imprensa de Sócrates cujos guiões são escritos a meias com o PSD.

17 comentários:

Mani Pulite disse...

QUANTAS NEGOCIATAS JÁ FEZ O ÂNGELUS GRAÇAS À AJUDA DO PEDRITO AO ZÉZITO?

Garganta Funda... disse...

Como se previa, Pedro Passos Coelho foi a escolha socretina para o PSD.

O PSD agora é a barriga de aluguer das desastrosas politicas socretinas.

Chegámos a este ponto, porque o actual sistema partidário é corrupto, clientelar e parasitário.

Para bem da Nação, há que apear e julgar os directórios destes dois partidos que levaram o País à BANCARROTA nestas últimas duas décadas.

O que se passa actualmente em Portugal é muito semelhante ao que já aconteceu na Argentina de Menem.

Vamos deixar que esta gente saia desportivamente do país com as contas recheadas?

(Obsv: Tudo o que está acontecendo foi anunciado e previsto pela «velha», tão atacada pelo aparelho socretino e por todos os poderes clientelares que sugam o trabalho dos portugueses através dos impostos.

Infelizmente, neste momento, há dois «vencedores» ( se é que assim podem ser designados): o Dr. Medina Carreira e a DRª Manuela Ferreira Leite.

Gostava de ver e ouvir agora os comentários vergonhosos dos «cca's», dos «delgados»; dos «rangéis»; dos «marcelinos» ou dos assalariados da rtp, rdp, lusa, diario económico,etc.)

javali disse...

Eu apelo à violência. E o Teixeira dos Santos deveria ser o primeiro a apanhar uma boa chapada nas trombas de um "pacífico" qualquer.

Moonwalker disse...

Boa tarde. Seria interessante que , para lá das criticas, alguém apontasse caminhos , politicas a adoptar ou qualquer coisa do género.

Falar e escrever sobre o que os outros falam ou escrevem sem indicar alternativas , não me parece muti díficil.

Diga - se o que se pode fazer se é que alguma coisa se pode fazer.
Cumps.

javali disse...

"Diga - se o que se pode fazer se é que alguma coisa se pode fazer."

Eu já dei uma sugestão: partir-lhes as ventas.

Manuel Brás disse...

Escamotear os mexilhões (cont.)

De olhos esbugalhados
e carteiras definhadas
são efeitos retalhados
por acções mal amanhadas.

É tal a perenidade
das contas descontroladas,
mostrando insanidade
nas decisões propaladas.

Nelson Marques disse...

Trabalhem amigos. Muito. O mais possível.

Não tanto porque, está visto, há quem esteja em posição de forçar a partilha do fruto do nosso trabalho.

Não tanto porque, e não tenho culpa que outros e piores idiotas o tenham dito, o trabalho dignifica o homem, libertando-o.

Sim porque, ao bem de cada um, é o que mais aproveita, o que mais saudável se pode fazer neste momento.

Quero crer que nada disto acontece em vão, porque nunca nada acontece em vão.

No entretanto, é fundamental haver quem mantenha a cabeça fria, porque dos senhores em apreço nada mais podemos esperar (a não ser pior).

Paz

Garganta Funda disse...

Realmente a solução tem que ser draconiana ou salomónica: olho por olho; ou partir-lhe as ventas, como aqui um comentador adiantou.

(É muito interessante ler da parte dalguns apoiantes do Sucialismo que devemos apresentar soluções...

Soluções são aquelas que temos vindo a apresentar e sem que para tal nos paguem qualquer coisa, ao contrário dos governantes e gestores que são pagos a peso de ouro e que tanto esbanjaram e roubaram!).

Anónimo disse...

Subscrevo o «Javai».
Isto só vai à pancada da séria.
São uma canalha imunda.

javali disse...

Então não é que o homúnculo que elegeram para o PSD vem pedir desculpas ao País por alinhar com Sócrates? Sou eu que estou a ficar choné ou isto é tão reles, tão reles, que nem o Menezes se lembraria desta?

Anónimo disse...

Eu, militante algarvio do PSD, confesso: tenho vergonha da triste figura de muleta que o "Rapaz do Ângelo" anda a fazer ao lado de um tipo que, em vez de estar em S. Bento, devia estar na cadeia!
Depois de termos como lider uma Mulher que os tinha no sítio, agora temos o Pedro Plástico Coelho de mão dada com o maior pulha que a política portuguesa pariu desde 1974.
Volta Manuela, fazes-nos muita falta!
TCN

Galactus disse...

Estou com o javali, isto só lá vai de limparmos o sebo a alguns destes fdp.

Anónimo disse...

"Diga - se o que se pode fazer se é que alguma coisa se pode fazer."
Com eleitores assim é que a coisa chegou onde chegou. Então não se lembram de outros tempos em que também não havia nada a fazer ? Com Sócrates quando lá chegou e Constâncio lhe deu pretexto para aumentar impostos quando em campanha o havia negado ? Alguns anos depois garantiam ter as contas públicas controladas e um défice abaixo dos 3% ?
Também antes com Durão e Manuela nunca se cortou a sério na despesa estrutural porque o estado também era de emergência depois da fuga de Guterres e havia risco de se perder os fundos europeus, também aí se optou pela via mais fácil: aumentar impostos e receitas extraordinárias, vendendo créditos por tuta e meia.
Há muitos que se sabe o que fazer e não é preciso inventar a pólvora. Gente séria como Medina Carreira ou Campos Cunha têm dito o que fazer (até Vasco Pulido Valente recentemente deu exemplos de medidas a tomar). É preciso é seriedade, coragem e determinação. O que falta é isso.
Entretanto, no curto-prazo, sugiro a receita do javali, comentador precedente, "partir-lhes as fuças" e a quem vota e depende deles, o que implicaria partir as fuças a muitos que agora falam mal mas têm votado neles.

Fado Alexandrino disse...

Eu votei Manuela Ferreira Leite.
Não tenho nada a ver com isto.
Relembro que uma das promessas era parar imediatamente o TGV que na altura era Lisboa-Madrid.

Anónimo disse...

se fossemos um povo honrado devíamos demitir qualquer governo que mentisse mais de 100 vezes seguidas
esta gente já mostrou que não tem vergonha na cara
assinam contratos as escondidas,que sabem que não vão cumprir mas salvaguardando as chorudas indemnizações e depois roubam dos bolsos do povo para distribuirem entre eles
com o socialismo ficamos a saber que roubar não é crime
cambada de fdp

Anónimo disse...

Alinho com outros comentadores, Isto só vai lá com um enxerto de porrada no dito cujo, no pior "menistro" (o da verruga) e, estou a ver que tem que ser, também no "menino" falinhas mansas.

Só quero ver se os deputados do PSD se revoltam e não votam esta pouca vergonha. Afinal, foram ou não escolhidos pela MFL? Eu não votei nunca neste "menino" falinhas mansas que escusava de ser embrulhado pelo dito cujo, o tal que devia estar "encadeado", no rol de merdas que a "Oropa" obrigou a lançar...

PC

Anónimo disse...

Milagre ou coincidência
Precisamente ao segundo dia da visita do Santo Padre a Portugal,aconteceu esta coisa fascinante:
Pela primeira vez, coisa inédita neste país, um partido político sem estar no poder, consegue aumentar impostos e tributações, e com direito a desculpas públicas como se tivesse dado apenas uma cotovelada em alguém.
Se isto não é um milagre, então a coincidência é pavorosa demais para ser verdade.
Que mais será preciso acontecer, para que escorracemos de vez esta cambada de biltres travestidos de políticos, que nos afundam cada vez mais no pântano da indignidade ?
Cps
Scaramouche