25.5.10

UM REQUIEM CORPORATIVAMENTE ANUNCIADO

Quando é que é a missa de sétimo dia da comissão do dr. Mota Amaral, simultaneamente presidente, cangalheiro da mesma e encomendador do piedoso acto?

5 comentários:

Alves Pimenta disse...

Podia-se fazer um molhinho com os srs. Pinto Monteiro, Noronha do Nascimento e Mota Amaral e lançá-lo ao Tejo, a ver se flutua.
Mas certamente que flutua, ou não se tratasse de três estrénuos defensores da lei da rolha, para defesa perpétua do falso engenheiro. Que inferioridade de gente!

Eduardo F. disse...

Ocorre-me sugerir que o dr Mota Amaral, após a celebração da missa, se encomende a si próprio.

Anónimo disse...

A aberração é mais do género "grandes crimes de nos fazer perder o respeito".

antónio chulado disse...

Quando o homem diz que "se se cumprirem as leis, acaba-se esse 'fait divers'" está a referir-se ao assunto do gatuno/ladrão/roubador de gravadores.

Já não basta aturar os pê-esses e ainda temos que aturar os 'ditos' da pseudo-oposição; é demais!

a.c.

Anónimo disse...

Estes episódios lembram-me o Maire Jacques Chirac. O homem já deixou a Presidência da República há uns bons anos. Mas, em França, pelo menos em França, ainda não se esqueceram do Presidente da Mairie de Paris ...
Quero com isto dizer :
- «Deixem-nos poisar, deixem-nos poisar ...»