17.5.10

ADEUS Ó VINDIMAS

1. O país a afundar-se - porque a Europa do Tratado de Lisboa se afunda lentamente - e Cavaco vem-nos falar... do casamento gay. Valha-me Deus.
2. O ministro Amado - um homem amável mas politicamente nulo - veio sugerir uma "grande coligação" e constitucionalização dos limites ao défice público. O dr. Amado já não consegue esconder que passámos a súbditos de Berlim e que qualquer "grande coligação" nacional de bonzos não evita o desastre. Apenas porque os bonzos dessa "grande coligação" seriam precisamente os rostos do desastre.

19 comentários:

Anónimo disse...

1-Lamentável e ridículo
2-Irrecuperável e ridículo

Besta Imunda

Anónimo disse...

Perfeita perda de tempo. Passara vida sem destino a não ser o seu brilhante exercício Presidencial. Nulidades. Daqui a 20 anos...Tudo isto será mofo.

Jacinto disse...

Um povo que elege - e reelege, senhores! - um aldrabão de um desenhador camarário de terceiríssima categoria, reles,incompetente,ignorante e corrupto para PM ,só se pode queixar de si prório - e da sua "esclarecida" visão...

Anónimo disse...

"Valha-me Deus" é um termo demasiado brando para os tempos que correm. Seria preciso outro bem mais forte e mais d'acordo com a grave situação em que vivemos (da qual ele se alheia por completo) e já agora com esse extraordinário decreto-lei que ele tem entre mãos. Quer-me cá parecer (e já há muito tempo) que este Presidente é um simples pau-mandado. Com as decisões para bem do país e dos portugueses que ele não tem tomado e devia, afinal não passa de mais um objecto de decoração do Palácio de Belém. Está lá mas não serve para nada.
Maria

Anónimo da Silva disse...

Não me apetece votar neste sujeito novamente. Nos outros nem falar. On soit frites. We are fried.

Anónimo disse...

A cada minuto de silêncio ou de palavras inconsequantes, Cavaco Silva enterra-se. E já está tão ligado à estabilidade do escabroso desastre e das aldrabices que nunca mais se livra dessa imagem. É uma nódoa menos má que as outras, é verdade, mas é uma nódoa.

Garganta Funda... disse...

O país a afundar-se alegremente, e o «mais alto alto magistrado da Nação» vai dissertar sobre o «casamento gay»...

Esta república está a ficar mais surrealista do que a República de Saló, artisticamente retratada por Piero Paolo Pasolini...

observador atentíssimo disse...

Cavaco vai desculpar-se perante o país, e a direita em particular, pelo facto de ir deixar passar o diploma.

hiropito disse...

será esta a mundivisão que o desenhador falava?

Roberto Ceolin disse...

1. faz parte do ir ao fundo...
o tratado de lisboa é um rombo mais no casco que faz com que a europa se afunde não tão lentamente assim.
(as minúsculas são de propósito)

rmvsantos disse...

Do Livro de Malaquias: "Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda." (Malaquias 3:9)

A

Rui

PS. Malaquias era irlandês, mas podia muito bem ser português.

Anónimo disse...

Fugindo um bocado ao tema, mas também não é por acaso que os dislates continuam vindos de todos os lados, o abstruso coerente, e corneteiro-mor do sr Inginheiro que perora no jornal CM ,vem todo lampeiro exorcizar todos aqueles que não apoiam as medidas de austeridade nas contas públicas (?), medidas implementadas para reduzir (?) o défice.
Este invertebrado, que saiu pela porta dos fundos da SIC, não se preocupa mimimamente com os milhares de chefes de família que verão os seus rendimentos diminuídos pela demagogia criminosa de uns quantos , que passeando a sua vaidade pelos corredores de Bruxelas, julgando-se homens competentes, quando na verdade são autênticos anões.
O corneteiro -mor do sr Inginheiro, do alto da sua cátreda, poderia aconselhar o seu Master a cortar mais acima, como por exemplo despedir os dorminhocos da AR, dissolver os organismos do estado que mais não são que autênticas agências de emprego para os boys do PS, fechar fundações criadas para desviar somas avultadas, deixar de injectar o nosso dinheiro na RTP, onde pululam os papagaios da comunicação social afectos ao grande líder, isto só para poupar uma grande pipa de massa.
Causa náuseas a sabujice de alguns opinadores, são capazes de tudo para agradar aos seus amigos, eram capazes de vender até bacalhau a pataco aos noruegueses.
Cps
Scaramouche

Anónimo disse...

Mas o homem não tem outro remédio senão pronunciar-se acerca desta bosta !
Pois se existe um prazo constitucional para o Presidente vetar ou promulgar a coisa, o que é que querem que ele faça ?!
E depois, esta república é de tal ordem que nem vale a pena vetar ; para quê se a merda volta (constitucionalíssimamente) à AR e desta vez o PR promulga quer queira quer não queira ?
Tudo isto «é do melhor» !

douro disse...

O Amado ou amável, como quiser, deve ter lido o pstal que o Ministro das Finanças alemão lhe mandou. Ou terá sido por fax?

Anónimo disse...

A medida que Amado propôs - cópia do Chile já há anos, Alemanha a partir de 2016 é um primeiro passo positivo para a evolução dos Governos no Ocidente em direcção a maior liberdade. Não se compreende que os Governos estejam Constitucionalmente limitados sobre o que podem fazer às pessoas mas não estejam limitados pelo que podem fazer às posses e produto do trabalho das pessoas a partir de determinado grau.
Esta medida pára o endividamento mas não pára o nível de impostos , kogo seria um primeiro passo.

Como se vê pela reacção daquela inutilidade chamada PSD não resta lá política alguma.
http://oinsurgente.org/2010/05/17/outra-vez-errado/

lucklucky

Karocha disse...

Garganta Funda

Grande filme embora eu vá mais para a nave dos loucos!

Anónimo disse...

mais brilho,sempre igual, da super intelual Karocha..

Karocha disse...

LoooLLLL Anónimo

Não há dúvida que sou importante.
Escreva mais devagar para não dar calinadas eheheheh!

Anónimo disse...

foi uma pequena distrcção à sombra do acordo ortográfico