20.5.10

UMA PONTE POR CIMA DE ESPANHA

O governo espanhol, do insuspeito Zapatero, vai rever todos os projectos TGV. A menos que o governo português construa uma longa ponte que atravesse toda a Espanha, não se descortina a utilidade pública da meia-dose de TGV adjudicada outro dia por cá. Ou talvez se descortine e os espanhóis sejam uns bimbalhões, anti-modernos e mesquinhos, que se recusam a reconhecer a bondade do "progresso" dos investimentos que não largam a cabeça de Sócrates no pouco que ele lá deixa entrar.

8 comentários:

Anónimo disse...

Se o nosso Presidente está a pensar ficar sentado a assistir a isto para conseguir manter-se na poltrona, eu até nem fico em casa. Vou mesmo votar para o correr dali para fora. Isto deixa de ser apenas ofensivo e passa a escabroso.

De nihilo nihil disse...

O homem quer deixar algo para a posteridade, sem saber que já deixou um enorme monte de lixo governativo que vai demorar a limpar.

Anónimo disse...

Com esse post a montanha pariu um rato.

Anónimo disse...

O TGV serve países marcadamente continentais e Portugal é uma quase-ilha.
A largura do "rectângulo" anda à volta de 200 Km ou de 250 Km. Duas horas de viagem, se tanto. Para que é que serve encurtar um tempo destes ?

Paspalho de Belém disse...

Bem sei que, à minha volta, tudo enlouqueceu.
Mas não me peçam que faça alguma coisa, olhem à crise!
(Será que também já enlouqueci?)

Fado Alexandrino disse...

Vou mesmo votar para o correr dali

E pôr lá quem?

Anónimo disse...

Parece que afinal era mentira! pela gárgula de Tó-costa soube-se, em segunda mão, "a verdade": Zapatero afinal não cancelou o tgv por um ano. O PS pode dormir descansado; sempre existe ordem no mundo e ele, afinal, muda só de 15 em 15 dias, não de 24 em 24 horas. Mas será mesmo verdade?

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Quero o santana lopes: Com ele era um tunel por baixo de espanha ate andorra.Nem o ze faz falta parava a coisa...
f&v