1.5.10

DA PUTIDADE

Um grupo de prostitutas decidiu acompanhar o desfile do dr. Carvalho da Silva (outro putativo candidato presidencial das queridas esquerdas). Diziam "prostituição é trabalho sexual" e querem reforma. Devem ser apoiadas. O que há mais por aí, com muito menos dignidade do que estas trabalhadoras, é prostitutas intelectuais com direito a diversas reformas. As primeiras ainda pertencem ao lastro da mais velha profissão do mundo enquanto muitos dos segundos são putas novas e sabidas que nasceram logo velhas em putidade.

10 comentários:

jojoratazana disse...

É tão feio escrever mentiras.

Anónimo disse...

Respeitinho.

Anónimo disse...

respeitinho....Dr João Gonçalves

Anónimo disse...

Das putas:

A prostituição cumpre uma função social. Sempre assim foi, sempre assim será. Dito isto, há putas e putas. Sem acrescentar muito mais ao que o Dr. Gonçalves escreveu, devo referir que as putas comuns, como as intelectuais, políticas, empresariais - só para dar alguns exemplos - têm uma coisa em comum com as prostitutas (ditas, as verdadeiras): É que não ganharam cara de puta depois de terem ingressado no ofício; foram para o ofício porque já nasceram com cara de puta.

Ass.: Besta Imunda

João Sousa disse...

Faz sentido que as putas apareçam numa manifestação política. Até digo mais: faz sentido que tenham um papel mais activo na política. Nem seria descabelado que recebessem um apoio razoável do eleitorado. Imagino que cada vez mais o eleitor se inclinasse a votar nas putas na razão directa de cada vez mais estar farto de votar nos filhos-da-puta.

Nuno Castelo-Branco disse...

E quantas vezes hereditárias!?

rmvsantos disse...

Viva João.

Apenas faltou algum desenvolvimento relativo ao conceito de "PUTATIVO", cabendo neste conceito o mister de "lóbby político gay", a sua forma de funcionar e de se relcionar, bem como, que instrumentos políticos e psicológicos usa.

Desse passo a resultante será por exemplo um Lacão na sua melhor argumentação em função do respectivo "admirável lider".

Para o ano, será expectável uma manifestação de "putativos", quiçá em campanha eleitoral de tal forma está a fazenda deste reino.

A

Rui

M. Abrantes disse...

:)))))

Anónimo disse...

"são putas novas": é demasiado elogioso. Uma puta nova ainda dá o corpo e arrisca um pouco a vida para compor a carteira. Eles "putas novas" já têm a carteira composta e não arriscam o corpo deles. O nome mais apropriado são "chulos crónicos".

Anónimo disse...

Caro João,
Como se dizia nos idos de 74/75 do século passado: As putas ao poder que os filhos já lá estão...
Cumprimentos.