2.5.10

DAS MULAS

Segundo fontes "geralmente bem informadas" - uma espécie de antigos bebedouros para mulas -, o PC e o Bloco, modernaços e patriotas como sabemos que são, estariam dispostos a ajudar o venerável engenheiro nesse evento eminentemente nacional que é o TGV. Dado que a maior parte das "componentes" que entram na erecção do evento é importada, i. e., agravam o endividamento externo, o patriotismo desta gente não passa de barata demagogia. Cambada de idiotas (i)núteis.

5 comentários:

Anónimo disse...

Idiotas inúteis é dizer pouco. Eles são também muito perigosos porque além de apatriotas são vingativos, hipócritas e cínicos. Eles só querem o mal de Portugal. Quanto mais o nosso País se afunda económica, social e moralmentre, mais eles regozijam de felicidade.
Maria

Anónimo disse...

Então o Dr. Anacleto não é economista? Li há pouco tempo que Portugal aliviava a sua pesada carga com mais um calote de 13.000 milhões de euros que o querido líder, como tudo indica, tenciona pôr a plebe a pagar. E são logo os assumidos defensores dos descamisados que o empurram para mais um afundanço de 7.000 milhões? Que xafarica esta: premeia-se o Mexia e lixam-se os mexilhões!

Fernando Antolin disse...

Até para uma erecção se importa tecnologia...eh eh

Anónimo disse...

Os nano-intelectos que são Louçã e Jerónimo, estarão sempre do lado da imbecilidade fanática e cega. Qualquer deles não sobreviveria 5 dias úteis no mercado - nem a vender botões de ceroulas. E é Louçã um professor de economia...e dizem que com obra publicada! (bordas d'água?)Acho que teria um desempenho tão bom como o experiente e maduro Mexia à frente da EDP.

Ass.: Besta Imunda

rmvsantos disse...

Um importante "alavancamento" da economia.

A


Rui

PS. Bazilio o Horta, por onde andas tu!