25.1.08

O NOME DA COISA


Segundo o novo bastonário da Ordem dos Advogados, «o fenómeno da corrupção é um dos cancros que mais ameaça a saúde do Estado de Direito em Portugal» porque «há aí uma criminalidade em Portugal muito importante, da mais nociva criminalidade para o Estado, para a sociedade» onde «alguns deles andam aí a exibir os benefícios e os lucros dessa criminalidade.» Mais. «Alguns, inclusive, ocupam cargos relevantes no Estado português», afirmou Marinho Pinto. De Espanha, Pinto Monteiro mandou abrir o habitual inquérito. E há partidos que reclamam a presença do homem para explicações no Parlamento. No seu tom peculiar, Marinho limitou-se a apontar o dedo à plutocracia em vigor - ao regime - mais conhecida pelo abastardado nome de democracia. Compete-lhe agora o ónus da prova e ao regime defender-se. Vai ser um fartote de rir.

5 comentários:

excrente disse...

Num país de contradições, a impunidade absolve, perdoa e até premeia as descaradas mentiras singulares ou importantes ; por outro lado, há um enorme empenhamento em castigar,para calar, o mais breve possível, quem profere uma verdade.

Num país onde a mentira é suave como veludo e a verdade repugna, o melhor é fingirmos que não vemos, não ouvimos, não estamos cá.

... mas nada disto tem relação com o texto e, ainda bem, que não acontece no nosso país, graças a Deus !

Anónimo disse...

Já dizia o Dr. Salazar que a plutocracia era "a flor do mal do pior capitalismo". Como não era democrata não acrescentou que a plutocracia era a flor do mal da democracia.Pelos vistos é e as provas estão à vista de todos. Será que o Sr. Procurador-Geral conseguirá levar a bom porto as suas investigações? Que o governo e o Sr. Presidente da República o ajudarão a apurar a verdade dos factos? Tudo indica que não, até porque a "serpente" já corrói os orgãos de soberania e encontra-se aí bem instalada.

Anónimo disse...

Onde irá agora o poder emigrá-lo?

Anónimo disse...

Às vezes é uma pedrada destas que tudo muda. E uma coisa é certa ; não lhe falta coragem !

Karocha disse...

pois, pois!!!... :-)