7.6.10

"TERESA E LENA" OU QUANDO O DIABO CALÇA MANOLO


Mal entrou em vigor a alteração ao Código Civil que permite casamentos entre pessoas do mesmo sexo, aquele improvável duo "Teresa e Lena" correu à conservatória para consumar o acto. Segundo ouvi na rádio, as senhoras ignoraram os jornalistas e, quando muito, "ponderavam" falar depois da coisa e mandaram os seguranças da dita conservatória "avisar" os jornalistas que não os queriam lá dentro. Não sei - nem me interessa saber - o que se passou a seguir. Este "duo" aguardou ansiosamente que alguém se lembrasse de tornar o "evento" numa coisa cor de rosa, com direitos pagos por televisões e revistas. É que estas heroínas nacionais vivem do rendimento mínimo ou com pouco mais. Sucede que o que é trivial deixa de ser notícia ou de suscitar o mais leve interesse. Para além disso, o duo "Teresa e Lena" não é fashion, não vive na Lapa, no Principe Real ou perto do Castelo, não tem "conhecimentos" no grupo parlamentar do PS e não lê Eduardo Pitta ou aquelas progressistas mais feias do que elas que escrevem num blogue com nome de veia. São apenas duas mulheres sem emprego, não especialmente bonitas ou esbeltas, que serviram para enfeitar a montra dos poltrões situacionistas da fractura política que nem sequer no rodapé do seu panfleto as colocaram. O "ancontecimento" foi sempre e só chegar ao acontecimento - a lei - devidamente celebrado pela nomenclatura com um almoço de íntimos com o admirável líder e umas palavrinhas pias de circunstância. "Teresa e Lena" não contam porque o diabo calça Manolo.

13 comentários:

Belzebu Catita disse...

Ler Eduardo Pitta? Isso é uma alguma actividade intelectual por acaso?

Júlia disse...

O diabo calça Manolo? Ih ih ih. Seu marotinho!

Karocha disse...

E veste Prada eheh!

RIVUS disse...

Como dizem os espanhóis - "puta madre que las parió" ou, como dizemos nós - "raio las parta". Quanto melhor não agiu a Bruna Real de Mirandela; essa sim, grande mulher!

Anónimo disse...

Correndo o risco - pouco arriscado, porque sem importância - de ser labrego, tenho de expressar o meu agrado e admiração só pelo título do post; e referir que o "duo Teresa e Lena" faz-me imediatamente pensar em alguns "Xous" a que pude assistir, há anos, em alguns estabelecimentos de diversão nocturna. E aquilo tinha obviamente uma ordem: "À 1:00 da manhã, Tânia e a sua dança exótica! às 2:00, introdução de objectos - Carmen e o seu amigo azul! às 3:00 Miss Sílvia, bailarina sexy e às 4:00 show lésbico - o duo Teresa e Lena!" ou Kátia e Sofia, ou Marisa e Jucilene, ou Taís e Jurací, ou Olga e Delphina. Ou o que preferirem. Eu prefiro estes sérios estabelecimentos às TV's.
A culpa destas minhas porcas recordações é a expressiva fotografia que ilustra o post. A calhar.

Ass.: Besta Imunda

Joaquim disse...

V. é tão feio que nunca alguém casará consigo.

Mani Pulite disse...

E O ZÉZITO PERFUMA-SE COM O DOLCE OU O GABBANA?

joão amaro correia disse...

caro joão,
não meta o prícipe real ao barulho. é sítio de gente muito decente. e não fracturante.

j

burns disse...

os pitas e quejandos já arranjaram um casal muito fashion para publicitar a fractura,são os fernandos e anseiam por palco mediático " http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/gays-querem-festa-na-basilica "
é o país moderno que os sócratinos nos deixam

Anónimo disse...

Então e já não houve destes fracturados e destas fracturadas que pretendiam «casar-se» na festas de S. António de Lisboa ? Coisas fôfas !

burns disse...

queriam mas o soba de lisboa não aceitou ser padrinho

VANGUARDISTA disse...

Um dia de vergonha civilizacional!
Lá estava o advogado de Odivelas à procura do seu momentinho de TV, tal como a sua filha, há umas semanas, com o teste do Prof.de Direito Constitucional.
Resta a especialização em divórcios por mútuo consentimento e sem o consentimento do outro gay.

Anónimo disse...

Hà 4 anos que estas 2 criaturas vivem com o rendimento social de inserção e com o que vão ficando a dever.Maravilhoso exemplo!