23.6.10

OS AMIGOS DE ALEGRE

Manuel Alegre, na SICN, defendeu que uma candidatura "à direita", concorrente com uma eventual recandidatura de Cavaco, é boa para ele o que qualquer miúdo do básico já tinha percebido antes de Alegre, com a subtileza política que o caracteriza, o verbalizar. Tal como é bom que a "direita" se divida, acrescentou, por entre elogios a quem, na dita "direita", tem andado nestes fandangos, com cartinhas e ameaças veladas. Ao menos ficam a saber que contam com Alegre. E que Alegre conta com eles.

10 comentários:

Anónimo disse...

O candidato alegre - supra partidário - falou quase meia hora do PS e dos partidos "de esquerda". E acerca de quase tudo disse "acho": "acho isto, não acho aquilo". E depois "não acompanhou as comissões". E teve sobre a maioria dos assuntos o ponto de vista que se pode recolher na Rua dos Fanqueiros. E banalidades. E arrastares de voz desconfortáveis pela ignorância. E contradições constantes nos seus paupérrimos e débeis argumentos, e explicações e ideias erradas sobre a crise e a sua origem. E namoros sabujos à esquerda. E cobardias acerca de soares e sócrates. É o candidato das marteladas.
Uma lástima.

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Um nefelibata.
E se se julga que o regime republicano é que é mesmo o melhor para Portugal, então arranjem maneira de eleger um Presidente da república no âmbito de uma candidatura claramente presidencialista.
É ó arranjas ... a maçonaria está pra ficar ...

Francisco disse...

Chamavam à Manuela Ferreira Leite a"Velha". Mas o Alegre não é mais velho do que a MFL?

Garganta Funda... disse...

Quanto ao bardo Alegre nada há a fazer.

É o candidato da «esquerda modernaça», «sucialista» (de sucial!), «coltural», «monárquica» e devota de Santo Huberto, padroeiro dos caçadores.

Aliás, a esquerda está povoada de candidatos, como é seu hábito.

Neste particular não se pode acusar a esquerda de não ser plural.

O problema reside noutro quadrante.

Na Direita.

Este quadrante está seco. Desértico.Não existe ninguém. Nem uma ideia.Nem um sentimento. Nem uma proclamação.
Nem para Portugal. Nem para a Baixa da Banheira.

A não ser que alguns dos ilustres postantes e comentadores achem que o Prof.Cavaco Silva é uma «personalidade da direita».

Se assim fôr, vou ali e já venho...

Mani Pulite disse...

O POLICARPO JÁ TOMOU UM CHÁZINHO COM O ALEGRE?OU OS CHÁS DA EMINÊNCIA ESTÃO RESERVADOS PARA O MÁRIO E O SÓCRATES?

Alves Pimenta disse...

Já o dr. Soares esteve na Renascença (autêntico viveiro do patriarcal socretinismo) a debitar outras tantas banalidades.
O homem, quando intervém em directo, não passa do mais rasteiro lugar comum, o que agrava as gerais suspeitas sobre quem, hoje em dia, escreve os artigos que ele assina...

Justiniano disse...

Caríssimo J. Gonçalves, Vcmcê insiste naquela utilitária confusão entre a justa crítica ao Presidente Cavaco e uma outra candidatura à direita!!

Mani Pulite disse...

PARA DEFENDER A LIBERDADE DE EXPRESSÃO OU DE IMPRENSA A EMINÊNCIA JÁ TOMOU CHÁ COM ALGUÉM?COM A MOURA GUEDES POR EXEMPLO?OU SÓ TOMA CHÁ COM OS QUE LHE FORNECEM O CACAU?

Ana Gabriela disse...

João, "give me a break"! Agora também andamos a defender a agendinha de Alegre...
Se o que se critica ao actual Presidente é precisamente assegurar a vidinha alegre aos socialistas...
Ana

João Gonçalves disse...

Se V. enfia o barrete, faça favor.