25.6.10

PEQUENINOS DE NASCENÇA

O Paulo Pinto Mascarenhas percebeu o que é aquilo a que chamo a "direita amiguinha" deslumbrada, entre outras coisas, pelo "fenómeno Galamba" - um rapaz em estágio político-mediático para chegar a híbrido de Vitalino Canas com Sousa Pinto e Marques Lopes quando for grande. E sentiu, pelos vistos, como se manifestam as "solidariedades" mais inesperadas e improváveis entre membros dessa "direita amiguinha" e destacadas figuras, conhecidas ou "anónimas", do "socratismo" (e não necessariamente do PS apesar do cartão ter a mesma proveniência.) Aliás, sei bem o que custa pessoalmente não ser complacente com essas lixeiras morais pela frequente "coincidência" com que muita gente deixou de me conhecer. O telefone toca menos vezes? Paciência. É tempo ganho a conviver com esses amigos persistentes que são os livros ou a música. E, Paulo, não há nada mais agradável do que poder respirar em zonas livres de pulhice e de comadrio. Razão tinha o admirado, por tanto "liberal" português a bibe e a fraldas, Churchill. Os nossos inimigos estão "deste" lado até porque, para se ser e ter adversários, é preciso ser-se intelectualmente adulto, logo, sério. Quem é pequenino de nascença, não chega lá.

9 comentários:

Alex disse...

Os livros e a música são os seus amigos, sim; mas não se esqueça de um ou outro que o visita regularmente aqui neste blogue!

Anónimo disse...

Que Portugal se espera em Portugal?
Que gente ainda há-de erguer-se desta gente?
Pagam-se impérios como o bem e o mal
— mas com que há-de pagar-se quem se agacha e
[mente?
Jorge de Sena

Abraço
A.

Mani Pulite disse...

PIOR QUE OS SÓCRETINOS SÓ MESMO OS SÓCRETINOS DE DIREITA.NÃO LHES AUGURO GRANDE FUTURO.

Die Männer disse...

Ou como dizia o outro: quem nasceu para lagartixa nunca chega a jacaré.

Paulo Pinto Mascarenhas disse...

Obrigado, João. Um abraço.

Anónimo disse...

O João Gonçalves tem um feitio insuportável mas não é um crápula como o sr PPM. O João Gonçalves pode criar (e cria) anticorpos em muita gente, e afastar alguns amigos, mas ninguém confunde feitio azedo com sabujice. Ora, o sr PPM é um sabujo da pior espécie. Criado a vida toda: do Portas (CDS), do Carrapatoso (Atlântico), da Constança (TVI), do Avilez (i). Agora prepara-se para servir o Dâmaso do CM. Você, João Gonçalves, com todo o fel que tem, tem o mérito de assumir as suas posições. O sr PPM é um delator (v. caso do Jumento), um mentiroso e um coscuvilheiro. Ninguém o leva a sério.

João Gonçalves disse...

Pena é que este valente anónimo seja anónimo. Está-lhes na massa a cobardia não é verdade? Quanto a aos epítetos dirigidos ao PPM, basta ler os blogues "geminados", o da veia e o 31, para os entender. E quanto ao sr. Diogo, um íntimo dos da veia, já estava esclarecido sobre a sua "natureza" há algum tempo. Tal como há blocos centrais, também há blocos de outra natureza em torno de certas figurinhas que, de repente, parecem estátuas do comendador precoces. São boas para os cães, pessoas que estimo, se aliviarem.

João Gonçalves disse...

Não sabia que o Rodrigo já estava "geminado" (isto vai por aqui para os eventuais leitores que cheguem do 31 porque não tenho pachorra para jogos florais). Coragem!

Paulo Pinto Mascarenhas disse...

Caro João, para além de ser cobarde este anónimo é um cobarde novo e/ou com pouca memória. É que se esqueceu que tive como directores no Independente outros senhores como Vasco Pulido Valente e Miguel Esteves Cardoso, só para dar dois exemplos. Os anónimos cobardes, mesmo novos, julgam os outros à imagem de si mesmos. Este deve ser um daqueles que transitam entre assessorias, a função pública e uma qualquer concelhia do PS.