6.6.10

A REAL EVACUAÇÃO MUNDIAL


As nossas televisões devem ter coincidido no envio, para a África do Sul, dos maiores broncos que lá havia. Até a gloriosa selecção nacional ser rapidamente removida daquele circo mundial, serão dias penosos de aguentar até se conseguir apanhar uma notícia. Só falta ver os jogadores a satisfazerem as necessidades básicas, como na corte de Versalhes em que era sinal de distinção ser convidado a assistir à real evacuação. Pobre país que tem tudo o que merece.

20 comentários:

Anónimo disse...

O bordel lusitano, há outros,
começa a justificar o título e conteudo de um filme bastante antigo:
"O planeta dos macacos".
JB

A M Sousa disse...

O Camal Mezzo é um dos meus refúgios alternativos à nacional-javardice televisiva.

Anónimo disse...

Os jornais e outros media, que na prática são as nossas agências de rating internas falharam totalmente e parece que vão continuar a falhar.
A RTP mostra-nos o que é e será uma Agência de Rating de um Governo...

lucklucky

Mani Pulite disse...

O PIMBA DE SÃO BENTO DEVIA SER EXPORTADO PARA O KRUGER POR FORMA A ENRIQUECER A BIO-DIVERSIDADE DA POPULAÇÃO SÍMIA LOCAL.FICAVA POR LÁ PARA SEMPRE A COMER FIGOS...

josé ricardo disse...

os jornalistas são estúpidos e as televisões também. pior do que isso: fomentam um sentido crescente de imbecilização popular.

Júlia disse...

Você é que me saiu um grande macacão, seu maroto!

Q disse...

"As nossas televisões devem ter coincidido no envio, para a África do Sul, dos maiores broncos que lá havia."

Não é bem assim. Realmente mandaram os maiores broncos para a África do Sul mas deixaram cá, na informação os maiores broncos, na reportagem os maiores broncos, nos comentários os maiores broncos, nos restantes serviços os maiores broncos.

Zé Rui disse...

O circo não vai demorar muito......

A M Sousa disse...

Deus o oiça, Zé Rui. Já não posso com a histeria da borregada nem com os grunhos bufadores de vuvuzelas.

Filinto disse...

A minha esperança é que a selecção fique perto. Ainda mal começou e já estou farto! Eu julgava que era só no tempo dos ditos fascistas que o povo se alimentava de fado, futebol e Fátima.

Afinal o ditador de m... faz o mesmo e junta "sua eminência". É que no curso de engenharia do animal não havia tempo para ler "Os três mosqueteiros"....

Fado Alexandrino disse...

Como sabe visito o seu blog todos os dias.
É para desopilar.
Hoje enquanto lia o post assistia na querida tv a um pequeno problema lá na África do Sul num jogo a brincar entre a Coreia do Norte e a Nigéria.
Os pretinhos que não conseguiram entrar para ver os outros pretinho a jogar desataram a partir aquela merda toda e mandaram um polícia para o hospital.
Vai ser giro quando for a sério.

David Levy disse...

Tomara que percam já o 1º jogo para que o circo acabe rapidamente. Depois virá a depressão, sim porque isto é um povo que só fica eufórico ou em depressão, quando se trata de assuntos "de bola". Tudo o resto lhes é indiferente...

Marota disse...

Senhor Fado Alexandrinho, a diferença entre estes pretinhos e nós é que os pretinho dão porrado aos polícias e nós em Portugal levamos porrada dos polícias.

Anónimo disse...

Esta "Marota" já terá levado porrada de algum(alguns) polícia(s)? Para escrever esta "declaração"...

Acho que a maior parte de nós não démos nem levámos...

De facto, apesar de gostar de futebol, já chateia esta carneirada toda de volta da selecção.


PC

Anónimo disse...

Essa estória de Versailles foi inventada pela plebe jacobina que tomou a Bastilha.

NEO disse...

Aguns dos adeptos que temos visto estão até muito favorecidos relativamente ao primata da foto.

Anónimo disse...

Este circo está a ser montado para fazer o máximo barulho - até usa estúpidas cornetas - para que a turba esqueça o circo doméstico cujos bilhetes nos custam os olhos ca cara. Espero que dure pouco para que os portugueses poisem de novo e se apercebam que a saída do atoleiro não vai por esta via. Pão e circo funcionou há muitos anos; circo sem pão, não acredito que funcione muito mais tempo.

rmvsantos disse...

Viva João.

Pemita-me a correcção.

Em vez de: "Pobre país que tem tudo o que merece.", deve-se ler:

"Pobre país que tem tudo A QUE TEM DIREITO."

A

Rui

Anónimo disse...

"De facto, apesar de gostar de futebol, já chateia esta carneirada toda de volta da selecção."

E por acaso estas imbecilidades diárias que a TVs nos apresentam têm alguma coisa a haver com futebol?

Que saudades quando um Mundial era só para quem gostava, verdadeiramente, de futebol e ainda não estava transformado em mais uma espécie de "reality-show"...

Anónimo disse...

Oliver Stone, o realizador mais politizado de Hollywood, e que não tem sido muito meigo com as administrações norte-americanas, se vivesse em Portugal, teria excelentes temas para argumentos cinematográficos.
Passando da política para o futebol, do ensino para a economia, enfim uma panóplia bem diversa de temas que fariam a delícia dos espectadores, nas quase vazias salas de cinema.
Então, e em particular o futebol, tem sido a verdadeira droga que tem adormecido os pobres "tugas" que mais não respiram,e se sentem impotentes devido às doses obscenas que são servidas através das televisões , sem que o organismo regulador das mesmas, venha impor regras que já há muito tempo se impõe.
Espero,(e creio que a maioria das pessoas de bom senso também) que este carnaval passe o mais rápida-
mente possível a bem da sanidade mental de todos aqueles que apenas respiram futebol.
À imbecilidade dos programadores das tv,s, junta-se também a publicidade da GALP mais absurda que jamais se poderia sonhar,as
"famosas" e estúpidas cornetas, como se já não bastassem os corneteiros do regime e do sr. Pinto de Sousa.

Cps
Scaramouche