4.6.11

UMA "COTERIE INEXISTENTE"


Andou pelo país todo exibindo chapéus. Tem a fixação de um agricultor do FarmVille na agricultura e sonha com umas memórias que pudessem começar, como as de Blixen adaptadas, com o "eu tive uma fazenda no Alentejo". Possui "uma "visão" da segurança digna de um guarda-nocturno sofisticado. Não é um grande conhecedor de línguas mas, depois do exemplo mais recente em inglês técnico, pode perfeitamente aspirar aos corredores da União do decadente Tratado de Lisboa. O melhor dele são os outros dele. Ele é cada vez mais uma caricatura de si mesmo, uma "coterie inexistente" (F. Pessoa).

10 comentários:

Anónimo disse...

Este pobre País é muito pequeno e com pouca gente...
Território exíguo, fraca iniciativa, gente pouco diversificada, pouco diferenciada; desde o tempo de D. Afonso, filho de Henrique, e da sua primeira senhora D.ª Matilde.
Todos "...se acotovelam no Chiado". Quando alguém (Alguém) consegue salientar-se, pela positiva no meio de tudo isto, o seu exemplo é geralmente inimitável e dificílimo de seguir - Viriato, O dito Afonso I, Luís de Camões ou Damião de Góis, o Condestável Nun'Álvares, Diogo Cão e Bartolomeu Dias, Eça e Fernando Pessoa, o avô "d'ele" Comandante Sacadura Cabral, os primeiros-tenentes Carvalho Araújo e Oliveira e Carmo, o Soldado Milhões, Salgueiro Maio com 29 anos, Oliveira Salazar com a mesma idade e com 58 anos, Sá Carneiro... São alguns, mas são poucos.
O ridículo e a caricatura são o mais frequente - e o que parece estar mais ao nosso alcance.

Ass.: Besta Imunda

Fado Alexandrino disse...

O senhor quando quer ser mau é mesmo mauzinho isto porque, nessas alturas, consegue esborrachar por completo uma imagem.
Se após estas eleições aquele em quem vou votar mas estiver à altura das minhas expectativas é a última vez que votarei.

Anónimo disse...

Curiosamente Você reproduz a obra
concorrente à interpretação desse
"drama em gente".Gaspar Simões era
o biógrafo oficial.Chapéus há muitos.
José

Bmonteiro disse...

Graça a este amado líder (da direita volver, centro), o Estado comprometeu-se em centenas de milhões de euros com os antigos combatentes.
Que nada disto tinham pedido.
Para centenas de milhar, os soldados, uma pensão anual gloriosa, da ordem de 70/80 de euros/ano.
Vale, que em todo o leque partidário, não houve um pp, um deputado do regime, que tivesse tido qq dúvida da justeza de tal medida.
Não estão lá para pensar, como se comprova com o estado a que se chegou.
Dada a iliteracia que domina a plebe, não faltaram até AC que lhe tenham referido, na recente campanha de dinamização, os seus elevados préstimos à classe.
Tivesse a crise chegado mais tarde, não faltaria em cada ano e para os 100 mil novos portugueses, o cheque bebé do outro.
Após dia 5 de Junho, verificar a contabilidade.

Carlos disse...

Adorava que lhe dessem a pasta ministerial da Agricultura. Seria como inocular a criatura com o virus que propaga para que logo ficasse vacinada para o resto da vida. Em pouco tempo a cura seria radical. E nunca mais o veríamos ornamentado de chapelinho nem a bradar às couves! Ufa!

Anónimo disse...

Cara Besta,

para seu divertimento, deixo-lhe o termo inglês (não técnico) "knee biter".

floribundus disse...

previsão baseada em histórico de 35anos. não confundo a realidade com o meu desejo.

ps nunca terá menos de 30%. há muito dependente: gente vulgar, banqueiros, industriais do betão e mercearia

ao psd falta maestria para impor-se ao eleitorado (ca de 35%)

cds-portas ficará pelos 12%.

psd-cds chegam a maioria absoluta por 2-3 deputados da emigração.

ps liberta-se de sapatilhas para continuar no governo

ae disse...

Hoje não voto.Ainda bem.

Anónimo disse...

Julgo tratar-se de "Kneebiter" e não de "knee biter", conforme escreveu (não sei qual a grafia certa...). Ocorrem-me ainda outras não-tecnicidades 'inglesas' - todas elas carapuças boas para quem as quiser enfiar: asslicker, cocksucker, feetkisser, used car salesman, asshole, fruitcake...
A admiração e apoio fanáticos a políticos vivos (que têm qualidades, mas cujos defeitos não devemos ignorar) é aquela 'qualidade' que foi tão necessária ao povo para eleger e manter o Kerido Líder 6 anos no cargo...; isso e 2,9% de aumentos em 2009 - pelo cu acima, sem que tenham sido ouvidas queixas. Não acredito nem em santidade nem em santos, sejam eles mais dados a eólicas ou mais dados à lavoura.

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

pois sim,...mas o feirinhas lá sacou, segundo dizem tres ministerios.