1.6.11

NÃO SE PERDE NADA


Ferro Rodrigues foi uma aposta desastrosa de Sócrates em Lisboa. Há dias apanhei-o numa televisão a debater com Fernando Nobre que, nessa matéria, não era melhor do que ele. Todavia, Nobre surpreendentemente conseguiu "arrumar" Ferro sem grande esforço. À defesa, frágil no argumento, sem chama, com ar envergonhado, o homem foi sendo rebatido diplomaticamente pelo médico que demonstrou um fôlego inesperado. Dizem-me que, na rua, Ferro "passa mal" e é muitas vezes alvo de ataques idiotas. Mas esses são os escolhos do ofício. Talvez por isso ele sinta necessidade de estar constantemente a falar de uma "campanha pessoal" e de "ataques vergonhosos" a Sócrates, transferindo para o outro (que, naturalmente, é atacado pelo estado a que conduziu isto tudo e a que ele, com aquele ar de virgem ofendida sem nada para oferecer, apelida da "maledicência") o que porventura lhe está a acontecer. Ferro não acrescenta nada ao PS tanto mais quando dá ideia que, uma vez acabada a missão na OCDE, precisava de um "emprego" político doméstico fosse ele qual fosse. Mal ou bem, Ferro é um homem do passado. Como Sócrates é isso e, também, do passivo, o efeito será catastrófico para ambos. Peço desculpa de o dizer, mas não se perde nada.

11 comentários:

da-se disse...

Agora que o País está prestes a retomar o caminho da decência, importa averiguar donde veio o dinheiro para o bardamerdas (que chegou a Lisboa com uma mão à frente e outra atrás):
a) comprar dois grandes e luxuosos andares num prédio da zona mais cara da cidade;
b) vestir-se em Nova Iorque, no alfaiate mais caro do Mundo, onde um simples fato custa vários ordenados de primeiro-ministro;
c) passar férias em estâncias turísticas, nacionais e estrangeiras, inacessíveis a quem não seja multimilionário;
d) frequentar assiduamente os mais caros restaurantes da capital;
e) etc., etc., etc..
Sem isto, que é o mínimo, nada feito. E muito menos pensar em re-credibilização da justiça portuguesa.

MBO disse...

Imprime 100 minicartazes e distribui no teu bairro.
Internet spillover contra Sócrates.
Passa a palavra.

http://supraciliar.blogspot.com/2011/06/imprime-e-distribui-17.html

Anónimo disse...

Rodrigues nº1: a sua fisionomia (que faria o deleite de Lombroso), a sua postura e o seu gesto são o resumo eloquente do valor de Ferro: um ZERO à esquerda, e da esquerda. A corja-sobrante do PS, que nas últimas semanas tem andado arredada dos ecrans ou apenas pontualmente 'aparecida', é também digna de figurar numa patológica galeria de malfeitores - com númerozinho sobre o peito e escala métrica em fundo: Canas, Junqueiro, Vara, Rodrigues nº2, Pedroso & Irmão, Motta-Coelho, Edite-Star. Mas é o Líder que os bate a todos; perfeitamente comparável a um pestífero miasma, ou a uma daquelas misteriosas epizootias que na idade média massacravam o gado e a economia.

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Não vale a pena pedir desculpa a esta escumalha. Este da foto é incomparavelmente menos mau que o outro, o dito cujo, mas não deixou de fazer os seus estragos, no tempo do outro beiçolento que criou mais subsídios e apoios à preguiça que todos os outros em séculos de história.

PC

Dias Santos disse...

Mal ou bem, Ferro é um homem do passado. Como Sócrates é isso
.
Errata: Não como Sócrates, ele nem isso é.

Anónimo disse...

Fernando Nobre comeu-o vivo porque Ferro Rodrigues é um nulo. Recorde-se que este homem chegou à Segurança Social e em poucas semanas já dizia que a tinha recuperado para 100 anos. Isto é que quem não tem sequer a mínima noção do que é a SS. E os Magalhães, os Silvas, os Pereiras e outros, nas suas áreas, não são melhores. Foi esta gente que destruiu Portugal e que se preparava para condenar terceiros por o terem feito, elaborando um caso que visava mantê-los no poder por muitos e bons anos.

Anónimo disse...

"ar de virgem ofendida sem nada para oferecer" LOL nem mais, na mouche!

Anónimo disse...

Este "burcalho" é o célebre "estou-me cagando para a justiça".
O mesmo que andou a pôr processos contra vítimas da Casa Pia acusando-os de o difamarem por pedofilia e que os perdeu todos, tal qual o extraordinário Pedroso e mais alguns.
Gente de extraordinário porte intelectual e cheia de bons princípios.
Se as paredes das instituições da Seg, Social tivessem boca havia muito excremento do partideco do Sócrates, digo, Vale e Azevedo preso.

Cáustico disse...

A maledicência de uns é .consequência directa da incompetência de outros

Ferrão disse...

O Ferro Rodrigues está-se cagando para vocês todos!

OCTÁVIO DOS SANTOS disse...

Creio que este terá sido o segundo debate em que participaram Ferro e Nobre, e, segundo me constou (também não vi o primeiro), em ambos o ex-candidato presidencial «arrumou» com o ex-embaixador na OCDE. O que foi sem dúvida uma «chatice» para aqueles que se apressaram a criticar a escolha de Passos Coelho para cabeça de lista em Lisboa, acusando-o de «inexperiente», «traidor» e de «troca-tintas»... Enfim, nada mau para um «tiro no pé» do líder do PSD. Mas seria de esperar outra coisa? De um lado, o criador do RSI; do outro, o fundador da AMI. É preciso dizer mais?