31.5.06

A ASSEMBLEIA DOS PEQUENINOS

Terceiro-mundo. E ainda há quem diga que não se sente representado pelo Parlamento. Dêem-lhes também umas bandeirinhas para colocarem nas orelhas, por favor.

4 comentários:

desculpeqqc disse...

Ora aqui estava uma excelente oportunidade dos senhores deputados darem o exemplo de que o horário de trabalho é feito para se cumprir!
Até tentava compreender se fosse já a finla, mas assim ...

A minha filha vai jogar para a semana num jogo memorável e que não se repetirá. Ela representa para mim muito mais que a merda da selecção deste miserável país.

Como é óbvio, para poder assistir ao jogo tenho de utilizar um dia de férias.

Anónimo disse...

... às tantas, é tudo uma questão “AMBIENTAL”
... assim
... não há “FALTAS”
... não são necessárias “JUSTIFICAÇÕES”
... por conseguinte, não se gasta “PAPEL”

... e, quanto às “BANDEIRAS” e, seu uso tão generalizado e/ou banalizado – a perspectiva no seu lado positivo – é que “postas” nas “Janelas” sempre “ESPANTAM” a praga da cidade – «OS POMBOS»

... nos “CARROS”, no “PESCOÇO e restantes PARTES” mostra-me logo “QUEM SÃO – DONDE VEEM, PARA ONDE VÃO e, em que ESTADO ESTÃO”!

... enfim

... e, por aqui se vê o “ESTADO” da “NAÇÃO”, independentemente, de ser um “MUNDIAL” ou “NÃO”
... a Vida deverá(ía) ser levada (em todas as circunstâncias) com todo o “EQUIlÍBRIO” possível
... com toda a “MODERAÇÃO”
… os “EXCESSOS” nunca levaram ninguem, a «um porto seguro» …

Nuno Roldão Mendes disse...

Caro João,
Infelizmente, mais uma decisão que descredibiliza o estatuto de Deputado/Politico em Portugal.
Bem sei que todos gostaríamos de ver os jogos da selecção, mas o que seria se os médicos, comandantes da TAP, funcionários dos transportes públicos e etc, viessem exigir os mesmos direitos?

Um abraço.

luikki disse...

é este o nível desta choldra!
surpreendidos?