5.8.10

UM HOMEM DE CONFIANÇA


Alberto Martins - que está ministro da justiça como podia estar à frente dos pastéis de Tentugal - recebeu luz verde de "Deus Nosso Senhor" para ir à RTP (onde é que ele havia de ir revelar a graça recebida?) manifestar a confiança do governo no senhor conselheiro Pinto Monteiro. É justo. Quem, melhor do que o senhor conselheiro, poderá ser apontado publicamente pelo governo do qual faz parte o improvável Martins como um homem de confiança?

7 comentários:

Anónimo disse...

Eu bem digo que, ao julgar ter-se atingido o fundo do poço, logo a seguir vem coisa ainda pior. É por isso que, felizmente, tenho "cabo" na TV pelo que me felicito por não ver televisão generalista designadamente a "porca" RTP.
Mas não existe qualquer dúvida que estes tipos que, qual "Paul", nos consomem são mesmo "abaixo de cão".

floribundus disse...

tenho andado a rever cerca de 400 pg do meu 8º livro a sair em Setembro.
nos 'intervais'
monto o meu blogue (hoje 'olho divino' amanhã 'guerra russo-turca 1876')
leio os outros. vejo comtristeza a maioria dos escritos. o país passou de rural a suburbano. mudou de mitos. os actuais são os dos 'comedores de asfalto'. vivem num mundo distante da maioria dos contribuintes. conhecem escritores, livros, politica, música. não conhecem as dificuldades do dia a dia do 'comum dos mortais', o do 'metro, bulot, dodo ... et mc do'.
a desorientação é notória a todos os níveis sociais. há muito que 'tocou a saque'. tudo feito em cima do joelho num país de 'faz de conta'. se não houvesse governo nem dava por isso.

deve continuar a sua 'cruzada'.
a palavra fere mais que o ferro

Dias Santos disse...

Concordo com o post, mas com uma ressalva: o Sr. Alberto Martins não tem a mínima categoria para estar à frente dos pastéis de Tentugal.

ricardo disse...

O ministro afinal explicou para quem o souber ouvir qual o problema do ministério público.
Em vez da justiça cega, temos a justiça dos homens de confiança.

João Sousa disse...

Ainda ontem li, num daqueles ecrãs que nos infernizam o tempo de espera pelo próximo metropolitano, que o PSD acusava o PS de não saber o que queria para a Justiça.

A realidade aí está a desmentir o PSD. O PS tem demonstrado saber muitíssimo bem aquilo que quer para a Justiça - e ser ainda mais eficiente a pô-lo em prática.

Anónimo disse...

Pinto monteiro é fisicamente parecido com Sócrates.

O PGR tem os nomes de família que ADNizam o perfil ancestral do engenheiro Sócrates.

Gostam muito um do outro.

Confiam muito um no outro.

Há ou não laços familiares a ligar estes dois cavalheiros???

Alguém satisfaz esta curiosidade??!!

Grazie.

Rita

Anónimo disse...

Até o imbecil capacho zé-rodrigues-dos-santos tentou fazer perguntas sérias a Martins; ainda foi simulada uma abordagem difícil ao ministro. Nem na previsível e domesticada RTP Martins deu respostas satisfatórias, sendo o seu mal-estar óbvio. Só proferiu disparates e banalidades. Ter ministro da justiça ou não ter é exactamente a mesma coisa. Este Martins é um completo palhaço, tão útil como o "moço-das-mijas" de Mell Brooks.

Ass.: Besta Imunda