16.12.11

UM SOARES MENOS FIXE


Visto por José António Barreiros. E que até se esquece do dedicado sobrinho.

15 comentários:

Isabel disse...

Para mim nunca foi "fixe".Conheci-o pessoalmente como arrogante, autoritário, profundamente machista e classista. E a sua postura de auto-proclamado monarca,parecendo esperar sucessão dinástica por varonia, fez-me rasgar a linda brochura encerrando propósitos de liberdade, igualdade e fraternidade, que, nos meus vinte anos me levara ao PS. A raiva (só o facto de ser cristã me trava a palavra "ódio") dura até hoje. A ele e aos monstros que criou atribuo a nossa desgraça.

Carlos Azevedo disse...

Quem escreveu o post que aqui é 'linkado' não será muito melhor. Aquela espécie de «conto, não conto»/ «se eu dissesse o que sei...» lembrou-me o tipo de linguagem de um qualquer cronista social. Ou as pessoas os têm no sítio ou, então, mais vale estarem caladas.

Isabel disse...

Correndo o risco de ser maçadora, revelo mais uma razão para ter mantido esta pessoa como ódio de estimação durante décadas: o seu vergonhoso procedimento face ao amor de Snu e Sá-Carneiro.Para mim, foi a acabada revelação da hipocrisia dessa "esquerda das liberdades", hostilizando dois seres superiores que se atreveram a amar-se contra o mundo e contra a interpretação que certa Igreja (aquela a que pertenço mas me priva da comunhão também por "delito de amor"), faz da doutrina de Cristo. Perfeita a doutrina; imperfeitos os homens. Sempre, mesmo quando consagrados.Repugnantes os que, minando na base sistematicamente essa Igreja que amo apesar das divergências, se arvoraram então em paladinos da virtude com as suas "legítimas esposas". Considero o matrimónio um compromisso em que os verdadeiros oficiantes são os nubentes. E uma tortura obrigar alguém a partilhar a vida com outro alguém que deixou de amar.Sabiam-no os trovadores medievais quando afirmavam a primazia do amor face a todas as convenções, começando pela matrimonial. Sabe-o bem o senhor em causa, que tarde demais se retractou quanto ao assunto.

Anónimo disse...

Ali está o grande Pedro Marques Lopes, o melhor comentador de televisão!

Até se parece com o Super-Mário.

Aqui sim, está um Portugal às direitas e positivo!

miguel vaz serra....... disse...

A única vez que votei em algo ou alguêm de esquerda foi em Mário Soares para as suas últimas Presidenciais, creio que contra Cavaco se não estou em erro
( nunca votei Cavaco em nada nem para nada...Deus "ma" livre ).
Apesar da mania das grandezas de todos eles, Soares, e do snobismo imenso de Maria Barroso típico duma esquerda de exílio dourado regado a Champagne em Paris, achava-os engraçados e cultos. Coisa MUITO rara nos políticos portugueses e mais rara no Partido Socialista.
Depois foi em Montanha Russa...Umas vezes dizia coisas acertadas outras de fugir até que MUITO menos fixe ( aí retirei a simpatia política que não pessoal ) resolveu dizer que queria Sócrates para PR e que até lhe tinha pedido para se candidatar contra Alegre e Cavaco...
QUE HORROR de ideia. Macabra mesmo. E mais ele que conhece aquela personagem sinistra melhor que ninguêm.
Outros Barões do PS estavam horrorizados com o simples facto de ele ser Líder do PS e PM, chegaram a chamá-lo em público mafioso, vendedor de automóveis, ditador e vem o Pai do PS e diz uma aberração destas?! Fiquei em estado de choque........

Anónimo disse...

"...achava-os engraçados e cultos..."

Como é que se acha alguém culto que não sabe nem quer saber fazer contas?

Anónimo disse...

O capacho-sobrinho-do-tio (sempre servil ao "Klan-Soares" nas tê-vês-crespo) agita-se na cadeira de pseudo-jornalista-chefe-de-gabinete - ressentido e magoado por tanto desprezo e ingratidão; ao fim de tantos anos ainda não percebeu. Na foto, vemos um friso extraordinário - que é de assinalar pela capacidade que Mário Alberto Nobre tem de cativar a juventude (veja-se o caso da "aderente" Joaninha); da esquerda para a direita! : Ele-próprio-Soares (senescente e vago), Júlio Magalhães (irrequieto como um arbusto sedentário), e Marques Lopes - cujas brilhantes intervenções televisivas e escritas lembram Tácito.

Ass.: Besta Imunda

Aires Vilela disse...

E o pateta do Barroso porventura merece outra coisa?
Bem feito, para não continuar a ser parvo...

Lamas disse...

Que coisa ma'linda.
Vêr sua excelência acompanhado por dois dos mais cretinos seres da nossa praça:
O merceeiro Lopes e o surfista Silva.

Hermitage disse...

Soares está para os tempos que correm, como Tomás esteve para os tempos que correram. Aggiornado,é certo,sem galões de almirante,mas sempre com a fatiota R&Teixeira, dos instalados.
E aquelas figuras deslumbradas ao seu lado, são cá uma coisa...

jsp disse...

O problema não está neste reles aldarabão de feira - a questão reside no caldo de cultura que considera "estadista" e permite a existência, enquanto figura pública, de um ignóbil charlatão, traidor de amigos, especialista em negócios escuros e senhor de uma desmesurada ambição pessoal ( deve ser o que o tipo designa por anti-fássismo,de acordo com a inovadora pronúncia do crápula...).

Xico disse...

Soares culto? Envernizado, talvez. Quando Santana Lopes inventu concertos de violino a Chopin, o mundo caiu-lhe em cima. Mas ninguém protestou quando Soares desconhece Richard Strauss e o confunde com o das valsas. Santana tinha que perceber de música, Soares é culto mas não sabe nada de música??!!

Anónimo disse...

Soares é fixe e o Dr. João fez campanha por ele.

Karocha disse...

Carlos Azevedo

Assino por baixo o seu comentário!

Gallagher disse...

A revelação do segredo vem na Bíblia. Se consultarmos as genealogias de S.Mateus e S.Lucas, o que encontramos?
- Apenas nomes de homens.
É pois importante sabermos que o sobrinho não é sobrinho-do-tio mas sim sobrinho-da-tia.

A via feminina não consta de textos sagrados, como este, um verdadeiro contributo para a escrita da História da Civilização, e o papel deste homem na sua construção.