9.10.11

O DIA SEGUINTE


O PSD obteve esta noite nova vitória eleitoral após as legislativas de Junho último através da maioria absoluta de mandatos alcançada pelo PSD/Madeira no parlamento regional. No conjunto, os partidos que sustentam o Governo da República alcançaram um excelente resultado na Madeira enquanto o PS entrou em puro descalabro, caindo para um triste terceiro lugar. Estes resultados implicam grandes responsabilidades para o futuro Governo regional liderado por A. J. Jardim. Parabéns aos portugueses da Madeira. E um abraço amigo para o Guilherme Silva, um grande patriota.

9 comentários:

a.marques disse...

SAIR A TEMPO
O Professor Marcelo, mais uma vez hoje, fartou-se de desancar em Jardim por este não ter sabido sair a tempo. E o ilustre cronista, comentador e criador de factos políticos com décadas em cena, bem mais antigo nesta vida que o lider madeirense na governação da região, porque espera para se despedir a tempo? Se agora é para traçar caminho para a presidência da república esta fora de tempo e da ética. Veremos se Cristo desce mais uma vez á terra ao seu serviço.

Fado Alexandrino disse...

Muito obrigado.
Tirou-me um peso de cima do lombo é que fui ouvindo aqui e ali e fiquei com a ideia de que ele tinha perdido.

Anónimo disse...

Apesar da muita obra de Jardim, estes últimos acontecimentos da colossal dívida e do seu encobrimento; são de lamentar e mancham a sua carreira política.

Com este resultado, os portugueses mostram que não têm capacidade de julgamento. Não estão preparados para a democracia ou esta é um corpo estranho que nada tem a ver com os portugueses.

Joaquim Costa

Licurgo disse...

Ao contrário do que diz o comentador Sr. Joaquim Costa, penso que os madeirenses não se deixaram cair na esparrela que lhes quiseram armar, e votaram em quem tem lutado sempre por eles!
Oxalá por cá também houvesse um líder assim!

Anónimo disse...

Capacidade de julgamento???
Iam lá pôr o PS depois do que este já demonstrou de capacidade de arruinar o país e enganar mais que o Jardim?
Ao menos ninguém acusa Jardim de se locupletar com milhões,como acontece com o gang do Sócrates.
Ehehehe!
Que paródia.

Anónimo disse...

É pena que Jardim não tenha perdido a maioria absoluta dos deputados e conservado apenas uma larga maioria relativa. Não tendo acontecido esta 'lição', ao menos que tivesse obtido apenas o número mínimo (24) - para obrigar o deputedo da Ilha a não faltar às votações e a encarar o respectivo calendário com muito mais cuidado. Enfim, foi o que se conseguiu arranjar. O CDS está manifestamente aliviado: não tem de governar, viabilizar, apoiar, negociar; cresceu brutalmente, tirando votos e deputados a todos - e a batata quente das medidas impopulares está toda do lado do PSD, seja nacional ou regional. Jardim não tem feitio para governar sem charanga, poncha e foguetes; e muito menos com inspectores, auditores e sem dinheiro. Talvez saia a meio... De resto, foi o desastre para todas as tradicionais trombetas partidárias: O PS da Madeira e do Continente já marcaram consulta urgente na psiquiatria, e estão vigiados e sem x-actos, atacadores, caixas de fósforos ou pistolas-de-vento. O Velho Jerónimo (manifestamente de trombas pelos PTP's e outros que tais, que "não deviam existir!...")leu pessimamente um discurso muito bem escrito - mas que só continha fantasias e despeito. Louçã está gelado de horror, com o seu pior sorriso alvar colado molemente aos malares e às arcadas zigomáticas. Os outros 'vitoriosos' não passam de barrigas de aluguer e de votos folclóricos ocasionais. Ao contrário do que Jardim queria ou afirmava, a partir de agora um maior espaço está reservado 'à palhaçada' na Assembleia Regional e os media não largarão mais o osso. Um inferno. É bem feito para todos.

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Estes papalvos do continente pensam que o Jardim está acabado. Está.está...

Mesmo com o massacre anti-Jardim do pessoalzito da cu-municação, agravado no último mês, voltou a triunfar. Parabéns. Político eficaz é isto!

Toda esta raiva é dos almofadinhas que detestam o único que diz o que pensa e não mascara a conversa com palavras caras. Hoje os jornalekos já nem falam da Madeira...

Jardim faz falta em Lisboa, para tirar este povo manso da modorra.

PC

Anónimo disse...

E entretanto, o grande paladino da ética e inimigo do compadrio, Coelho, lá vai confirmando o ditado:
Faz o que eu digo, não faças o que faço!

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/actualidade/coelho-surpreende-e-ate-elege-a-filha

Anónimo disse...

Exmo J.G: Devo advertir que a imagem que ilustra este post está investida.
Deve v.Exa conserta-la o mais rapidamente possivel.
obg.