21.2.08

UM BLOGUE


Pelo Atlântico descubro um blogue destinado a lembrar Francisco Lucas Pires nos dez anos do seu desaparecimento. FLP foi meu professor e alguém com quem conversei e aprendi muito fora dessa circunstância académica. Era um intelectual inteiro, um homem justo e bom que faz falta a esta democracia descerebrada. Esta homenagem talvez ajude as gerações mais novas a entenderem que a política pós-25 nem sempre foi um local mal frequentado. Já agora, que se reeditem os seus livros e se publiquem inéditos.

5 comentários:

António Viriato disse...

Este homem era um luxo intelectual no Partido em que surgiu, como, de resto, Adelino, Adriano Moreira e Freitas, nos seus tempos áureos.

Hoje, este Partido, o CDS,está irreconhecível, como praticamente todos os Partidos, infelizmente.

Que fazer, então ?

Rui Perdigao (vidas) disse...

Em relação ao post anterior sobre o novo ministro Pinto Ribeiro, apraz-me registar que alguém finalmente refere Alexandre Melo como uma sombra influente nas cenas menos iluminadas das políticas de Cultura.
RP (vidas) Abrs

joshua disse...

Saudades de um Homem Brilhante e um Verdadeiro Político.

VANGUARDISTA disse...

Pires, Francisco Lucas (1944-1998)


Licenciado em Direito por Coimbra, em 1966 e assistente da mesma instituição desde então.
Deputado pelo CDS de 1976 a 1981. Ministro da Cultura e Coordenação Científica da Aliança Democrática em 1982-1983.
Presidente do CDS de 1983 a 1985. Deputado europeu pelo CDS desde 1987 e como independente integrado nas listas do PSD desde 1994. Pediu a demissão do CDS em Novembro de 1991.


& Bibliografia

· O Problema da Constituição

Coimbra, FDUC, 1970.

¾ «O Estado Pós-Corporativo», separata da

· Revista da Corporação dos Transportes e Turismo

Lisboa, 1973.

«Soberania e Autonomia», in

· Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

vols. XLIX, pp. 135-200, e L, pp. 107-174, Coimbra, FDUC, 1973-1974.

«Introdução à Ciência Política», in Democracia e Liberdade n.ºs 4 e 6, Lisboa, IDL, 1977-1978.

· Na Hora Europeia. Dez Ensaios sobre a Europa

Lisboa, edição do autor, 1987.

Estado Pós-Corporativo

Lisboa, 1973, separata da Revista da Corporação dos Transportes e Turismo, nº 2, de Outubro de 1973.

· A Bordo da Revolução. Ensaios de Análise Política

Lisboa, 1976

· Teoria da Constituição de 1976. A Transição Dualista

dissertação de doutoramento), Coimbra, 1988.

· O que é a Europa?

Lisboa, Difusão Cultural, 1992.

· Portugal e o Futuro da União Europeia. Sobre a Revisão dos Tratados em 1996

Lisboa, Difusão Cultural, 1995.

JPG disse...

Um dos raríssimos vídeos de Francisco Lucas Pires disponíveis na Internet em que, infelizmente, aparece e fala PP:

http://www.youtube.com/watch?v=RrrhPWJDqZI, programa Conta Corrente, de Margarida Marante, em 1992 (1,32 m).

Modestíssimo in memoriam.