12.10.10

O QUERIDO LÍDER APRESENTA O ORÇAMENTO DA "RESPONSABILIDADE" AO PAÍS

"Negociamos isto".

10 comentários:

Mani Pulite disse...

O SANTOS DA CASA JÁ O PROIBIU DE SE DEMITIR.SÓ LÁ MAIS PARA O VERÃO E DEPOIS DE RASTEJAR PERANTE O SENHOR DOS PASSOS E FAZER COMO PENITÊNCIA 100 ORÇAMENTOS PARA MERCADOS VEREM.PARA JÁ ANDA A CORRER A COZINHAR O SAPO PARA VER SE O CONSEGUE COMER ANTES DE SEXTA-FEIRA.

Anónimo disse...

Por cá, nem isso temos para negociar...

DMC

floribundus disse...

a rataria é especializada em negociatas a seu favor com o dinheiro suado dos contribuintes.

jorge2 disse...

Esta deve ser a colheita anual da Coreia e para onde caminha a nossa depois de vários anos de So cretinismo

Anónimo disse...

Parece ter começado a debandada.

Admitamos que o PGR Pinto Monteiro está mesmo doente e, então, esperemos, de forma séria e inequívoca, que o SNS lhe restaure a saúde como deve ser.

Mas a outra hipótese é Pinto Monteiro, primo se Sócrates, e, até aqui, pelo menos, ao serviço de uma protecção no limite do tolerável pela decência, do PM, em todo o seu percurso, tipo guarda pretoriana devidamente adaptada no que interessa, estar a ser o primeiro, perdão, o segundo depois de António Costa, a saltar do barco em claro naufrágio.

Estou em crer que nos próximos dias vão surgir outros. E sim, aqueles que estão a pensar!!

Isto, porque, ao que tudo indica, Passos Coelho tem razão e as coisas não são o que parecem, são muito pior, mas também porque Sócrates sabe agora que está efectivamente sob moção de censura do PSD sem possibilidade de esta não ser aprovada. Só não acontece porque a estrutura da nossa democracia não o permite(curioso!!).

É bem possível que Sócrates se demita nos próximos dias alegandso isso mesmo, que está sob moção de censura de um parlamento que não o respeita, aprova ou mesmo tolera na sua maioria absoluta.

A erupção começou.

Mas para o pior lado da vereda do vulcão. Como tenho dito...

Rita

João Sousa disse...

Rita cometeu um lapso quanto escreveu que Sócrates se demitirá por estar "sob moção de censura de um parlamento que não o respeita, aprova ou mesmo tolera na sua maioria absoluta" - a maioria é relativa e não absoluta. A não ser que o tenha escrito a partir do ponto de vista do Querido Líder, tendo nesse caso toda a razão do seu lado: josé pinto de sousa, na sua alucinação, está a viver numa realidade paralela onde manteve a sua maioria absoluta.

Na verdade, o nosso Querido Timoneiro, na sua loucura, bem que parece ter saído de uma das histórias de Philip K. Dick sobre personagens que vivem em realidades alternativas.

Anónimo disse...

Ó João Sousa, a maioria absoluta é palavra batida na direcção do Parlamento que, na sua maioria absoluta não o tolera. OU seja, há uma maioria absoluta nessas circunstâncias. Mas acho que o João Sousa percebeu...

gosta é de conversar...

Rita

fagundes disse...

O terreno está contaminado.
PPC terá que se contar com verdadeiros profissionais, senão...

Anónimo disse...

Almirante Souto Cruz
passando e repetindo com frequência no palácio de Belém:
«Problema agrícola do país, ter tanta falta de tomates»
Pouco depois do tempo em que os animais falavam, princípio dos anos oitenta.
Elementar, meus caros:
Não é possível haver legislativas antes de seis meses?
Porque a Constituição blá blá?...ou por falta de outra coisa:
Vontade.
E aproveitando uma deixa do João, talvez: Responsabilidade.
JB

LUIS BARATA disse...

Foto fabulosa! Serão explosivos disfarçados de legumes?