15.3.11

O GOLPE DE MISERICÓRDIA



De Mário Soares. «O primeiro-ministro … cometeu erros graves: não tem informado, pedagogicamente, os portugueses, quanto às medidas tomadas e à situação real do País. Nos últimos dias, negociou o PEC IV sem informar o Presidente da República, o Parlamento e os Parceiros Sociais. Foram esquecimentos imperdoáveis ou actos inúteis, que irão custar-lhe caro. Avisou tão só o líder da Oposição, após a reunião de Bruxelas, pelo telefone. A resposta pública foi-lhe dada no discurso que Passos Coelho proferiu, em Viana do Castelo, muito didáctico, e foi negativa (…). Assim se abre, ao que parece, uma crise política.» Depois se é em lume brando ou em banho maria, logo se verá. Qualquer coisa é melhor do que estar nas mãos de invertebrados.

6 comentários:

João Gante disse...

Essa do zelo patriótico faz-me sempre engasgar. Já Marcelo Rebelo de Sousa dizia, no Domingo, que Sócrates tem uma visão para o país e não admite outras, que tem demonstrado patriotismo, etc e tal.

Para sempre me perguntarei porque toma Marcelo tanta gente rasca apenas pelos "press releases" que lançam. Sou paranóico por considerar que os anos Sócrates, mesmo as coisas boas, foram apenas e só sobre ele?

a.marques disse...

ACTUALIDADE/RECEITA
O PS não gere, atrapalha e transfere, querendo obrigar o PSD a digerir. Não há solução para o País com um PS catastrófico a governar, que passará a ciclone destruidor na oposição. Sendo que a inversão destes factores não corrigirá substancialmente a desgastada, insistente e falida fórmula que nos tem impingido. Só uma emenda constitucional de emergência máxima constituirá receita. Se alguém estiver interessado contactem-me que eu explico como se faz, recolocando os peões em novo tabuleiro, que este está feito em cacos. De borla, com a garantia de um parecer escorreito que duas centenas e meia de deputados não souberam ou não lhes interessou assumir durante trinta anos. É fácil e não custa milhões.

A.Marques
Campónio, intelectual nas horas vagas
Politólogo activo por devoção/vocação

Ana Cristina Leonardo disse...

Permito-me discordar (porque até o Mário Soares me parece sinceramente à rasca)
http://wwwmeditacaonapastelaria.blogspot.com/2011/03/o-mario-soares-e-o-nuno-alvares-pereira.html

Anónimo disse...

Como dizia há poucos anos um analista (quando já se percebia pelo caso Independente que José Sócrates era lixo político), mais tarde ou mais cedo o PS vai reunir-se e levar o cordeirinho ao altar para o sacrifício.

Laicos, ricos e «socialistas» ao serviço do capital e da exploração disse...

O Mário Soares também devia estar calado.

Não foi ele que meteu o «socialismo na gaveta»?

O Partido Socialista, é o pasrtido da alta burguesia e de todos os mamões que auferem o rendimento máximo garantido.

Não é por acaso que os ricos ficam sempre muito mais ricos quando o PS está no poder.

Olhem para os Amorins, os Belarminos e os Pingos Amargos!

Gordos c'ma porcos, enquanto o povo vasculha no lixo!

Cáustico disse...

Do paspalho político, que foi registado com o nome de Mário Soares, ainda não apareceu nenhuma biografia correcta e despida de sabujismos.
Já não viverei para a ver, o que lamento, porque me vai impedir de confirmar a opinião negativa que tenho dele e o aumento do asco que tenho por tal criatura.