23.3.11

UM DESÍGNIO NACIONAL


«Portugal precisa de se defender de José Sócrates.» O A. Barreto, na sicn. Chapeau.

10 comentários:

Anónimo disse...

Também diz que é preciso fazer uma mini auditoria às contas públicas antes das eleições. O que é que isso diz destes seis anos? Um partido que deixa o país neste estado, ainda tem a lata de ir a votos? Com o mesmo cara de pau?

Anónimo disse...

Auditoria imediata às contas públicas, a la Constâncio. Aqui é que o Presidente da República tinha obrigação de intervir junto do BdP de imediato. Mas basta perguntar ao PS se concorda e fica-se logo a perceber tudo.

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

Um parlamento e um cavaco com tantas culpas no cartório como os que se estão indo

dívida para 40 a 60 anos

dá para 3 gerações desenrascadas que parecem nã ter inda nascido

é como a história do país cheio de sorte em vez de ter morrido atropelado nos anos 80, vai morrer de enfarte em 2011-2020

a maior parte dos países soçobra em lapsos temporais curtos

este durou 800 e tal e com sorte chegará ao milénio

mas é melhor não apostar muito

Anónimo disse...

Deixem António Barreto em paz. ele nao gosta de nós, só das suas vinhas no Douro,dos seus livros, de música, de fotografia. É elitista, snob até fartar. E que experiência governativa lhe encontram? Foi ministro por um tempinho num tempo muito passado.

observador disse...

Mas porque não gostais do rapaz?

- O nome começa por S, o que para muitos, tem um gosto nostalgico ...

- Apesar de formalmente o Poder estar no POVO, comporta-se, e recentrou o Poder de facto, no cargo de PM do conselho de ministros ...

- Estes, os ministros, são, na maioria, tratados como se não existissem e, em alguns casos, só lá se mantinham por ele ....

- Esta-se nas tintas para os partidos, a começar pelo próprio ..

- tem aquela pose de homem providêncial, e de choroso sacrificado, a impedir o dilúvio e outras desgraças...

Enfim, poderia continuar com a nostálgia, se bem que reconheça algumas imperfeições na cópia, nas quais se inclui o facto do PR não ser eleito por uma assembleia restrita, que isso de ser eleito por Sufrágio Universal, dá muitos engulhos.
Isto, mui provavelemente, seria solucionado em próxima revisão constitucional ...

Enfim o rapaz esforçava-se

João Sousa disse...

Ao contrário do que já vi na blogosfera, aqui em minha casa ainda não abri as garrafas de espumante. Sócrates demitiu-se. É um começo, um bom começo. Mas o trabalho só estará completo se, depois das eleições, esta doença ficar erradicada do nosso corpo colectivo.

Quem já tenha lidado com parasitas sabe que descobrir a carraça que atormenta o cão é só parte do trabalho. Falta extraí-la, deixá-la cair sobre uma pedra e esmagá-la sob o tacão da bota. E um dos problemas com parasitas é que, quando são incomodados, tendem a filar ainda mais a dentada.

E eu ainda não festejo porque, da primeira vez, este povo elegeu-o, apesar de ser visível a loucura do homúnculo. Da segunda vez, o povo tornou a elegê-lo, apesar de à loucura ter-se juntado a evidência da mais completa colecção de defeitos de carácter que já vi. Eu não sei, sinceramente não sei o que se vai passar nesta terceira vez. Espero bem que não tenhamos trocado os dois anos e tal que restavam por uma nova legislatura desta infecção.

Isabel disse...

Uma frase lapidar! O bicharoco ainda mexe e, se isto fosse a Líbia, já estaria a bombardear os ingratos que se atrevem a apear o supremo líder, tão amado pelo povo.
Entretanto, embora antecipando ainda duros confrontos eleitorais, deixem-me gritar:LIBERDADE!!!

Hermitage disse...

O TIGRE DE PAPEL

O artista, no tempo de Adolph H. não teria que se esforçar muito para integrar o staff goebbels.

Era vê.lo ontem, hodierno c/ teleponto, o mesmo estilo ad nauseum, o mesmo ritus mete nojo supostamente grave, a fatiota de sempre, plastificada, tudo a partir de S. Bento lugar supostamente para se falar c/ sentido de estado, espumando ódio contra o mundo, prometendo vingança, deixando bem manifesta a falta de dimensão de um arrivista, que os portuga permitiram se apropriasse daquilo que ele julga ser um brinquedo...

Mas por detrás de tudo, analisado o invisivel, detecta.se o desespero, um gajo em desespero...

E tem razões.

Ele sabe que a partir de ontem, já não controla como controlava.

Ele sabe o lixo que tem debaixo do tapete...

Ele sabe que o ódio que sente não é superior ao ódio que gerou...

Ele sabe que a tenda de kadhafi voou...e nem nessa tem dormida...nem ali será acolhido...

O artista vai estrebuchando, num estertor macabro de tigre de papel...

Nem molécula de pena, para um estupor que fez de Portugal um cauchemare interminável.

Mas o ar hoje está muito mais oxigenado...

Anónimo disse...

Porque pinto-de-sousa continua perigoso; mas mais perigoso é o Povo (o povinho eleitor) das secretarias e das empresas públicas que, por reflexo gastro-intestinal e por pura estupidez, poderá reconduzir sócrates ao governo como timoneiro ou fazê-lo perder por pouco - o que seria ainda uma vitória para o PS-gangster do Rato. O rapaz da foto do 'post' abaixo é vácuo e não tem capacidade para desafiar o querido-líder. Ele - o querido líder - não é só resistente, persistente, mitómano e delinquente: tem, de certeza, para o apoiar nestas andanças democráticas, um espesso dossier sobre todo o PS (actual e passado) contendo os podres e os crimes-e-escapadelas de toda a gente; provavelmente a coisa é suficientemente ampla para incluír 'tudo', desde pedofilia a simples pratas-de-chocolate largadas no chão - passando por falsificação, burlas ou simples furto de dinheiros públicos. O PS-albanês e criminoso de agora tem - é sabido - um baixíssimo nível, mas ele começou bastante antes: pensar que o PS de Guterres era muito melhor é um equívoco. Basta recordar algumas fronhas que contaminaram o governo e a AR: Vara já lá andava, Patrão(!...), Canas, Junqueiro, Edite, Zurrinho, Fernando Gomes (Deus meu!...), aquele outro lacaio do PS-Porto, o Ramalho-da-FNAT, o sr. coelho do betão-motta, etc, etc. Mesmo que o PSD estivesse preparado e fosse totalmente competente e patriota, teria sempre de enfrentar esta emaranhada quadrilha de patifes bem enquistada no Estado. Entre jornalistas idiotas, comentadores-pagos e políticos ignorantes a percepção de que 'vem aí uma coisa grave (um monstro nunca visto!) com esta crise e com sócrates demitido', persiste e ganhou novo alento (como se não houvesse já penúria e falência); é desmoralizante tal cobardia.

Ass.: Besta Imunda

Cáustico disse...

Anónimo ds 10:41

Tem lata para ir a votos e para muito mais, enquanto da teta pública puderem sugar as últimas gotas.