27.7.06

"A OPINIÃO PÚBLICA INTERNACIONAL"


Há pouco, na SIC Notícias, um tal Martim Cabral, "especialista", asseverava- vindo directamente de Israel - que a coisa está "para lavar e durar". Que há árabes que enviam "mensagens" ao governo israelita a incitar à luta contra o Hezbollah. Que, apesar da ampla preparação militar dos israelitas - os civis são todos putativos militares -, não contavam com uma guerrilha tão severa por parte dos outros. Que enquanto Israel estiver a zurzir impiedosamente o Herzbollah, mesmo destruindo com método, zelo e persistência um país inteiro, a "opinião pública internacional" estará ao seu lado. Este jargão da "opinião pública internacional", bem como o da "comunidade internacional", intriga-me. Quem é esta misteriosa entidade a quem o sr. Cabral se refere? Como o exemplo mais próximo que temos de "democratização" a expensas da "opinião pública internacional" - o Iraque - custa cerca de cem mortos por dia, é de desconfiar do que pensa a referida "opinião" em relação ao conflito em curso. Para já, nem Israel, nem o Hezbollah, nem a Al- Qaeda - entretanto ressuscitada -, nem a Síria, nem o Irão, parecem muito preocupados com a "opinião pública internacional" e, muito menos, com a nação libanesa. O "humanitarismo" de que se fala em relação aos refugiados - outra "preocupação" da tal "opinião pública internacional - é nojentamente hipócrita. Até parece "natural" - estilo "danos colaterais" leves - que mais de setecentas mil pessoas sejam forçadas a abandonar o que é seu como se fosse uma trivialidade. O bonzinho Guterres, aliás, já veio falar no arroz e nas tendinhas, como lhe competia. E o governo português quer, se for o caso, mandar uns quantos valentões para o sul do Líbano, mais uma vez em nome da mística "opinião pública internacional". Isto tudo é bem mais sério do que parece. No fundo, a "opinião pública internacional" está metida numa enorme trapalhada e, agora, não sabe como sair dela.

11 comentários:

Anónimo disse...

(...)No fundo, a "opinião pública internacional" está metida numa enorme trapalhada e, agora, não sabe como sair dela."(...)

Mas o q nos vale é q nós sempre temos aqui a "douta sabedoria de opinião" em estratégia politico-diplomatica de JG...

Anónimo disse...

...

Anónimo disse...

A «opinião pública internacional», está madura:
Para qq dia passar a considerar que a máquina de guerra do pobre Israel, conseguiu em duas semanas, matar, eliminar, mais de 400 terroristas no Líbano.
Culpados por terem o Hezbollah por perto.
Culpadps por terem nascido e ter constituido família ni Líbano.
Culpados por não terem emigrado.
Mais um esforço e não tarda poderemos ouvir de ambas as partes em conflito: viva a guerra, viva la muerte.

Anónimo disse...

Tenha dó de si mesmo, caraças.
Por que é que perora?
Para ficar na História ladeado pela Tancinha e pelo Vává?

E se um rocket israelita se enfiasse pelo seu c. adentro, enquanto tomava um chá numa esplanada em Sídon ?

Tenho + consideração pelo Miguel Portas do que pela sua diletância.

Só deve levar a sério o seu umbigo e mesmo esse há muito que deve estar autista...

Anónimo disse...

Sid & B:
releia o têxto de JG.
Talvez ajude.
Os seus neurónios.

Anónimo disse...

sid b.: deveria ter-se ficado pelo a., ou então sid, só.
Essa e a do "pelo seu c. adentro" diz tudo de si mesmo.
"Portas" da rua, serventia da casa. Muiguel ou outro.
Quanto a Israel, nós compreendemos-los tanto quanto o Islão.
kk

luikki disse...

o texto está excelente!
acrescento mais um pormenor:
desde há dois dias que todos os canais de tv, subtilmente, mostram que suave que israel é....

Anónimo disse...

"Opinião pública internacional" para o Sr Martim Cabral( e outros como ele) é a opinião "publicada" pelos "especialistas" como ele nos media.
...Enfim, um ego do tamanho do mundo.

Anónimo disse...

Grande anónimo das 10:43PM

Anónimo disse...

kk

10:43 PM :

Dispenso a sua interpretação (taróloga?) + esse "charadismo" gagá, seu ignorante.

Esse seu apoucamento é próprio + de um fanático do que de um homem médio.

Sabe quem foi sid barret?

Então vá pesquisar....

Anónimo disse...

estes sids!