17.7.06

BANDEIRAS

O PS anda pelo país a "explicar-se" aos "camaradas". Um dos "explicadores" foi o dr. Ascenso Simões, um ajudante do dr. Costa para os incêndios. Pediu - imagine-se - "ideias", uma coisa que manifestamente não sobra na cabeça dele. Ontem foi a vez da Juventude Socialista - uma agremiação que, à semelhança das congéneres, devia ser pura e simplesmente extinta - falar nas suas "bandeiras" a que chamam irritantemente de "fracturantes". Sócrates foi lá dizer-lhes que a única "bandeira" que lhe interessa é a do governo. Finalmente, o dia terminou com o dr. Silva Pereira, um dr. Morais Sarmento em sofisticado, a falar na 2: e no Público. Também foi clarinho como água. Para a "esquerda moderna", que ele o engº Sócrates subtilmente representam, só existe uma "agenda", a do governo. As coisas dos "costumes" espevitam os "camaradas" mais impenitentes, mas não o governo. Na sua perturbadora inconsciência, a "camarada" Ana Gomes, manifestamente da "esquerda da idade da pedra", continua perturbada, lá do seu exílio parlamentar europeu, com os aviões americanos que alegadamente atravessaram o espaço aéreo nacional, ameçando os bons costumes democráticos que ela supôe representar. É outra "bandeira". Enfim, de "bandeira" em "bandeira", o PS veio para ficar. Naturalmente até ao dia em que Cavaco lhe apetecer reler o seu programa de candidatura, uma "bandeira" como qualquer outra.

2 comentários:

http://sub--real.blogspot.com/ disse...

chamar sofisticado ao dr. silva pereira é já ir longe demais.

Anónimo disse...

Mas alguma vez o Pr "precisa" de "reler" o "programa de candidatura"?

Mas não foi o PR que já pediu os "Processos" da "OTA" e "TGV"?

Paulatinamente "ele" vai lá ...