7.3.10

ZEROS À ESQUERDA


Uma histericazinha qualquer da "esquerda moderna"- que defende o presente enclave fascista que reina no PS - escreveu num blogue que a capa da revista Única do Expresso lhe lembrava a Flama. É tão fanática que nem lhe ocorreu que a Flama, depois do "25", aderiu ao PREC. A histericazinha "moderna", no entanto, queria com isto atingir Maria Cavaco Silva porque estes novos totalitários imaginam que o espaço público é um exclusivo deles e dos seus admirados chefes de plástico desbiografados. Vi a entrevista de Maria Cavaco Silva que revela uma mulher sensata, convicta e livre apesar de estar a ler coisas de gente de que não gosto. Que importa. Maria Cavaco tem a sua própria "história", pessoal e profissional, alguém que não anda por aí a fazer figuras tristes e a dizer baboseiras correctas para garantir a benção da "moda". A cretina "patrulha" anti-Cavaco está mais assanhada do que o costume na sua burrice fraterna, aliás tão exuberante na blogosfera nos últimos dias por causa de solidariedades "corporativas". São verdadeiros zeros à esquerda porque nem de esquerda são.

20 comentários:

António Pereira disse...

Como que se essa histericazinha da "esquerda moderna" se 'aproximasse' dos calcanhares, eu repito, dos calcanhares da Dr.ª Maria Cavaco Silva. Coitadinha dessa pobre de espírito. Neste País está tudo invertido. Valores, princípios, honestidade, decência, etc etc, são coisas cada vez mais raras.

**da-se! disse...

Ontem à noite, na TVI24, dois lacaios do socretinismo (o Teixeira da Mota e o Viegas) e outro que tem dias (o Pereira Coutinho) encarregaram-se de nos dizer que o falso engenheiro, chefe deles, está ali para lavar e durar, isto é, vai lixar o País durante mais uns anos.
Mostravam nisso grande satisfação. A suposta moderadora da coisa, D. Constança, essa ia quase ao delírio…
De notar, entretanto, que o rabi Viegas já nos apontou o caminho, no caso de a profecia socretina falhar: o Passos Coelho “está preparado” para a emergência. Nem mais nem menos.
Ora, **da-se!

hunter disse...

Ó Dr. João Gonçalves, a Dr.ª Maria Cavaco Silva foi sua explicadora no famigerado "ano zero" da U. Católica?
Foi com ela que começou a ler Keats?!
Hummm, agora entendi- daí o seu poético pendor "jurídico"....

João Gonçalves disse...

Não, Hunter, a dra. Maria Cavaco Silva nunca foi minha nada.

jgoncal disse...

Essa gente de esquerda, aliás, toda a esquerda deve pensar que o cargo Presidencial e todas as mordomias adjacentes estão-lhes reservadas. Uma ova! É toda uma azia por verem um académico de grande competência, com passado pessoal próprio e fora de folclores mediáticos, e passado profissional que fala por si. Além do passado político! Por isso, essa gente que continue enfiada na gaveta de onde não devia ter saído para dizer disparates e delírios como esses.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Ana Vidigal was born in Lisbon in 1960. She got her degree in painting at the Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa in 1984. In 1985-7, she received a research grant from the Fundação Calouste Gulbenkian. She designed several tile panels for subway stations in Lisbon. Since 1981, she has participated in various solo and group exhibitions both in Portugal and abroad. Her most important one-person exhibitions have been: 2007, Ocupar o vazio por tempo escasso / Querido mudei a casa, Architecture Triennial; Void, ProjectRoom, ArteLisboa, Domingo à Tarde, Voyeur Project Room. 2006 Pintura, Galeria 111, all in Lisbon, and 2005, Sempre gostei de uma flechada de cupido, Galeria Casa Triângulo,São Paulo,Brazil. In 2008 her work was present at ARCO with Galeria Moriarty, Madrid,Spain; and in ArtPositions – ArtBasel, Miami Beach with Blow 111, London; 2009 Sharjah Biennial 9. She was awarded the Amadeo de Souza-Cardoso Prize in 2003 and the Maluda Painting Award in 1999. She was also shortlisted for the EDP Art Prize Represented in several public and private collections, such as Culturgest and Berardo Collection, both in Lisbon, and Serralves Foundation, in Oporto, Portugal.

João Gonçalves disse...

E depois? Deixa de, no caso em concreto, de fazer a figura que faz? Tinha obrigação de ser mais "alta" do que certos rafeiros que andam sempre de volta dela.

Anónimo disse...

Maria Cavaco Silva é uma Sra. E o problema é que já era Sra antes de Cavaco ser presidente. É uma Sra e uma mãe bem sucedida e sem vergonha de o ser.

Essa Sras da esquerda que blogam, postam e fazem campanhas turvas não têm um átomo da dignidade da primeira Dama que vale por si.

Eduardo F. disse...

O Hunter deve ir revisitar os arquivos. A indexação que utilizou está incorrecta.

A. Pais de Almeida disse...

Nas hostes laranjas (mas também fora...), há quem esteja interessado em fazer crer a existência de uma espécie de clamor no sentido de MRS ir à presidência do partido.
Trata-se de um erro gravíssimo.
Não só porque não há clamor nenhum como porque MRS, como se viu nas suas últimas prestações televisivas, não é alternativa ao falso engenheiro, com quem fatalmente entraria em "namoros" do tipo dos que vem a ter com o pequeno Vitorino.
A única oportunidade do PSD, nesta altura do campeonato, chama-se Paulo Rangel. Se a não aproveitar, bem pode esperar mais 20 anos para voltar ao poder. Se é que, entretanto, não desaparece...

Alex disse...

Subscrevo o que o antónimo 5:18 disse. Absolutamente. Essa senhora é uma Senhora. Não são os canudos, as participações, as exibições ou os prémios que vão dar “classe” a qualquer pessoa. E não duvido do talento de Ana Vidigal.

Garganta Funda... disse...

Não devemos esquecer que o actual «enclave fascista» que se acolitou no Partido «Sucialista» são antigos crentes do pior fascismo vermelho, desde maiostas, estalinistas até apoiantes de Pol Pot e Enver Hoxcha.

Não é preciso ir muito longe. É só consultar as pobres «biografias» dessa fauna e perguntar onde estavam no 25 de Novembro e não vai ser difícil descobrir as origens dessa espécie endémica.

Alguns são tão imberbes que nem se lembram que a revista «Flama» assim como a revista «nova» Gente alinharam com os novos senhores do poder.

hunter disse...

Eduardo F. (também acompanhando blasfemos):

Porquê, V foi aluno da dita no "ano zero" e confessava-se ao P.e João Seabra?
(lembro-me bem de si...)

www.angeloochoa.net disse...

mensagem electrónica enviada hoje 7iii2010 à Srª Maria Cavaco Silva:

Senhora, e Caríssima Colega, Dª Maria Cavaco Silva:

Escrevo-lhe por ter dado por seu «sítio» no blogue de João Gonçalves portugaldospequeninos, e, mais, por necessidade de desabafar algumas das coisas que julgo importantes para este (nosso) país:

Sou de sua idade e reformado vai para dois três anos de leccionar Filosofia.

Escrevo desde meus 15 anos (conto agora 65) e tenho, publicados, meus escritos até à exaustão, em edições de autor, e, agora via Net. Tento o meu melhor perfeccionismo. Não pactuo com o Maligno, porque cristão e baptizado, e da renovação carismática católica. Dói-me acima de tudo a insensibilidade (des) humana minha e do meu semelhante. Não tenho partido porque ponho o humano acima de tudo, que é esse seu lugar. (Para Deus…)

Pode mais saber sobre mim em

http://angeloochoa.spaces.live.com/

e em

http://angeloochoa.net/ochoa/

e em

http://www.youtube.com/user/25xiinatal





Só quero, a finalizar, desejar a reeleição de seu marido, e para si o melhor bem, que irradie.

Que não há bem que morra connosco. Ou dá fruto ou não é bem.

Ângelo Ochôa de Castro

Eduardo F. disse...

Hunter,

Lá está você! Bem lhe disse já: reindexe-se!

Anónimo disse...

Esta gente nem é de esquerda? É sim! É de esquerda! Tão de esquerda como as restantes polícias do pensamento. A esquerda é, exactamente isso, entre outras coisas igualmente perigosas.
Qualquer dia entro aqui e descubro que o Stalin, coitado, também não sabia o que acontecia.

Carlos Vidal disse...

Anónimo imbecil (talvez a própria Ana Viguidal, ou Anã Vidigal) das 4:02:
"Ana Vidigal was born in Lisbon in 1960. She got her degree in painting at the Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa in 1984.bla bla bla..."
Saberá este imbecil quantos artistas, artistas de verdade e não decoradores de sofá, ostentam um currículo infinitamente superior? Apenas entre os da mesma geração e seguintes? Um número quase infinito.
C. Vidal

Carlos Vidal disse...

Quando disse "artistas de verdade" referia-me somente a nacionais, claro. (Vá lá: Vasco Araújo, Cabrita Reis, João Pedro Vale, Pedro Barateiro, João Louro, João Tabarra, Miguel Palma, João Onofre, Leonor Antunes, Filipa César, Joana Vasconcelos, Francisco Queirós, Pedro Diniz Reis, Gabriel Abrantes, etc., etc., etc., tudo artistas e não decoradores de sofá. Calma ó Anónimo, não seja ignorante, basta estar ligado a uma galeria portuguesa para ter muitas presenças em feiras de arte internacionais - no stand dessa galeria; quanto a bienais internacionais, se o comissário for português também não custa muito andar por lá; por isso, tento na língua, pois talento a rapariga não tem nenhum. Voltarei ao assunto, não forçosamente neste blogue, claro.)

jccl disse...

Então quando comparada com outras capas de outras mulheres de ex-presidentes...

Há uma por aí que de corista no Parque Mayer passa agora por grande "Cenhora". Mas essa, que de esquerda só terá aquilo que propagandeia, porque a prática é do mais conservador bafiento que há, herdando e refinando tudo de pior do antigo regime que disse combater: o compadrio, o nepotismo, etc. e tal...

Maria Cavaco Silva é uma Mulher com Historia e Valor, não é uma mulher de "Estórias" mal contadas. Que fez a vida pelo seu pulso e Educação.

JCL

Zé Garoto disse...

Vim aqui parar por acaso, numa busca da história da esquerda neste Portugal dos pequeninos. Fiquei deveras surpreendido com a quantidade de ódio que emana desses currículos vastos.. Não sei de que falam, nem que princípios defendem. Acredito nas boas intenções de parte a parte, mas acho que essa genica com que criticam, poderia muito bem ser melhor orientada.. Gostei de cá vir, ainda assim... Voltarei, apesar de ser, eu mesmo, imerbe e deseducado...