20.3.10

FIGURAS TRISTES

Em plena felicidade "guterrista", apareceu uma coisa ridícula que foi o "dia sem carros". Estava de férias em Marrocos mas recordo que me contaram as figuras que o poder andou a fazer à conta daquele pequena demagogia. Sampaio, provavelmente de alpercatas, foi de eléctrico para Belém. Não me lembro se Sócrates, já nessa altura, usou a licra e desatou a correr até ao seu gabinete. E Guterres, seguramente, comoveu-se muito. Hoje, uns patuscos quaisquer, decidiram promover uma "limpeza geral" de ruas e matagais. Como chove, a porcaria deve ser mais que muita. E Cavaco alinhou com a palhaçada, em Colares, onde foi simular a limpeza de um pinhal. A bosta geral deprimente que é este país não muda por causa de meia dúzia de escuteiros mesmo se um deles for o presidente da República ou uma ministra de nome Pássaro. Metam isso, de uma vez, na cabeça e deixem-se de figuras tristes.

8 comentários:

Anónimo disse...

O país entretém-se com merdinhas insignificantes, enquanto permite os maiores atropelos. Cavaco Silva é certamente melhor que os restantes candidatos, mas não consigo voltar a votar. Batemos no fundo e continuamos a escavar.

António P. disse...

Muito pessimista, caríssimo.
Há gestos simbólicos que são isso mesmo...simbólicos.
Que às vezes dão frutos.
Não sei se será o caso.
Mas há coisas piores.
Um abraço

Anónimo disse...

Eu até lia este blog de vez em quando. Mas realmente, estes intelectuais da triste figura que só têm olhos para os politicos e as suas tristes figuras e não conseguem ver as pessoas normais, que se estão nas tintas para os politicos e os intelectuais e vão para a rua apanhar lixo...
IsabelPS

Anónimo disse...

Chegamos ao nivel de apanhar lixo ser algo de especial...alta productividade e alta tecnologia...Tristes figuras passam diariamente as TVs com bandos de gajos com cara seria e bem vestidos a tentar impressional o portugal dos pequeninos...

Anónimo disse...

João, acho a sua opinião muito forte... O voluntariado, se é desinteressado e verdadeiro, é algo que deve ser acarinhado. Não fui a esta acção porque me pareceu uma coisa muito "rebanho", com muita "comunicação" e tal, mas acho bem que se façam iniciativas em que algumas pessoas que queiram (sublinho, que queiram) se disponibilizem para tentar ajudar a comunidade a minorar problemas. E que o façam gratuitamente.

Em Portugal faltam muitas iniciativas destas (desde que sem a palermice "comunicacional"), para aliviar o Estado de tando "dever" (e de tanta despesa).

PC

Anónimo disse...

O que tarda em Portugal é uma operação que nos limpe de corruptos e chico-espertos. Mas para isso escasseiam na classe política os voluntários.

Alex disse...

Posso entrar?! Ou a minha entrada está interdita indefinitivamente?
É que gostaria de dizer apenas que este comentador de nome/nick PC tem toda a razão quando diz que o voluntariado é uma coisa boa. Vá lá, teve um rasgo de discernimento! Em muitos países ditos civilizados é isso que se faz. A maior parte das comunidades envolvem-se nesta actividade e para além de pouparem aos municípes algum dinheiro na recolha do lixo – por mínimo que seja ($) – dão o exemplo aos jovens e aos estrangeiros porcalhões que vem lá de onde quer que seja e continuam com os seus maus hábitos nos países de acolhimento.
Critico mas também gosto de elogiar!!!!!

Garganta Funda... disse...

A operação mediático-ecológica que que se impunha era limpar Portugal de todo o lixo instituicional; de toda a corrupção, de toda a ladroagem e filha-da-putice que cada vez mais entulha este desgraçado país.

Limpar o governo,a assembleia, as câmaras, os institutos, as empresas públicas e os partidos corruptos e perdulários, seria sim uma operação que se impunha.

Alinhar em palhaçadas é que não.

O PR continua a candidatar-se a «bibelot» deste regime inviável e putrefacto.

Paciência...