24.3.10

FALÁCIAS

Perante chantagens óbvias, será que a oposição (e uma em especial) vai colocar-se em decúbito dorsal?

10 comentários:

Anónimo disse...

Os portugueses deveriam ler o livro do Prof. Medina Carreira («Portugal, que futuro?»)para simplesmente se informarem e perceberem exactamente o que se passa neste triste País.

Anónimo disse...

A malta le a BOLA e outros no genero. Mesmo lendo o livro nao perceberao e se perceberem nao saberao que fazer.Admira-me que o Sr Cavaco ainda nao tivesse tido uma atitude pois ele e que foi nomeado para nos representar. Parece que ele tambem ja desistiu e prefer continuar a passear e a dizer que nao e sua funcao interferir...Enfim, entreguei o pouco que falta ao BE para a coisa ir mais rapidamente...

Nuno Oliveira disse...

Caro João,

Deixe-me sugerir-lhe que se dedique à cultura.

Vai ficar completamente agastado se continuar a ler e ouvir as notícias que vêm do sector político.

Não há opera de Vivaldi que alegre seja quem for depois de se olhar para o país.

Acho que o Walt Disney criou o Fantasia para o Sócrates e comitiva. Até já estou a ver o Teixeira dos Santos a pular de nenúfar em nenúfar com aquele saiote...

Anónimo disse...

Tudo isto está nas primeiras edições do livro. É insustentável, enterraram portugal e agora preparam-se para a fuga. Mas não é para desaparecerem, é para voltarem logo a seguir. Não demora 24 horas e se passarem à oposição dirão cobras e lagartos do estado da economia nacional e dos submarinos de Guterres. Estes artistas deveriam ser carimbados com um "PS" no meio da testa. Com esta espécie não se pode ter contemplações e o PSD deve dar um rotundo não a este PEC que vai exactamente pelo mesmo caminho da anterior pseudo-correcção do défice. E claro, o mandante entretanto desapareceu e quando aparecer vai ser Bambi de rabinho a abanar e lagriminha no canto do olho. E pensar que a Manuela foi eliminada por este grupelho.

A. Pinto Pais disse...

O problema é que o PS está a fazer tudo para que o PSD vote contra.
O texto da declaração de apoio ao PEC é insuportavelmente provocatório: Sócrates e o seu grupo de irresponsáveis querem mesmo esse desfecho. Para poderem dizer, depois, que a oposição não os deixou governar.
Espero que o tiro saia pela culatra à corja. Veremos.

radical livre disse...

Marcial diz mais ou menos nos Epigramas
«que te importa como cada um usa o seu corpo»
diziam na minha aldeia «está consertado o que não tem não tem arranjo»

Anónimo disse...

Diga antes decúbito ventral, vulgo de cócoras

disse...

Creio que deveria ter dito "decúbito ventral", de cú para cima.

Toninho disse...

Boa noite.

Desculpe João Gonçalves, mas aqui vai vernáculo...

É chumbar já essa merda para que se acabem os jogos florais.

Venham depois as eleições que essa "malta" se não saír a bem, sai pelo menos à bomba.

Como se fazem aos perús em véspera natalícia.

35 anos que pqp!

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Não será antes decúbito ventral?