14.5.09

HABITUE-SE


Vital Moreira e Sócrates conduzem uma campanha ligeiramente "dessincronizada". O secretário-geral do PS jurou que o governo a que preside não exerce "pressões" sobre ninguém, muito menos à conta do seu velho colega secretário de Estado, o procurador "foge, Fatinha". Vital, mais formalista, disse que se estivesse no lugar do homem pedia a suspensão do cargo que ele desempenha no Eurojust. Pelos vistos, Vital e Sócrates só estão de acordo no que tem sido a legislatura da propaganda, matéria em que Vital - até pela inteligência académica e o "treino" adquirido noutras hostes - consegue ser um verdadeiro supra-Sócrates. Se bem conheço o feitio do admirável líder, a criatura deve morder-se todas as noitas antes de se deitar pela escolha que fez. Habitue-se.

10 comentários:

Anónimo disse...

Se calhar a verdadeira razão das insónias é Vital e não o desemprego (...não é inédito que o PM minta). Até porque é nítido que vão perder as eleições para o PE.

Nuno Nasoni disse...

Devia ter escolhido o Lello, ou o Vitalino Canas...

Anónimo disse...

Isto é tudo teatro.

vasco disse...

O PSD tem que ganhar as eleições europeias dê lá por onde der: Portugal não se pode dar ao luxo de ter Durão Barroso de volta.

Carlos Azevedo disse...

Pois eu acho que estas “discordâncias” são propositadas, uma forma de mostrarem que o PS é um partido que admite diversidade de opiniões e pontos de vista (o que é, evidentemente, uma treta). Para além disso, é uma forma (perigosa e arriscada, mas uma forma) de acender uma vela a Deus e outra ao Diabo. Posso estar enganado, mas não creio…

Anónimo disse...

José Sócrates. Esse imenso homem ao serviço da condução esclarecida dos homens e mulheres portugueses. Dotado de uma bonomia natural quase extraterrena, este é um grande entre os cultos, os honestos, os tolerantes e os mundividentes. Ele é um ser de uma infinita ternura pelos seus, duma compreensão inexcedível pelo próximo. Ele é um ser impoluto, à prova de qualquer tentação mais terrena e menos própria dos que, como ele, estão num patamar verdadeiramente superior de existência e de intemporalidade.
Bem hajas José Sócrates pela tua imensa sensibilidade, pela tua imensa cultura, pelos teus nobilíssimos objectivos e conduta.
Bem hajas José Sócrates pela bondade que nutres pelos mais desfavorecidos, pela tua douta acção em prol dos desprotegidos.
As tuas ideias e o seu exemplo ficarão para sempre gravados na alma portuguesa. Será seguramente sempre difícil de compreender a verdadeira extensão da marca que deixaste nas gentes do teu país.

joshua disse...

Deve ser essa a verdadeira fonte de insónia e não a versão compassiva Calimero com os desempregados e excluídos dos subsídios.

Se pudesse, Sócrates pegava nos pobres e desempregados de Portugal e deportava-os para o Sahara. e fá-lo-ia com um brilhosinho nos olhos.

carlos disse...

Maneira indirecta de dizer ao Lopes de Costa para se ir embora e deixar o Sócrates sem o problema que o Cavaco tem no Conselho de Estado, já que o D Loureiro não se vai embora.
O Vital transmitiu bem o recado. Mais um favor que lhe é devido.

Luis Serpa disse...

Partilho totalmente a opinião de Carlos Azevedo. Uma máquina que deu provas do profissionalismo e do savoir-faire desta não ia cometer agora gaffes deste tamanho.

Não sei se a estratégia resultará. Penso que não: pode enganar-se muita gente durante pouco tempo, etc.

Mani Pulite disse...

Não é por causa das discrepâncias que Vital é um desastre.É só porque é um desastre desastrado.Votar no PS e em Vital é votar contra Portugal!