8.9.09

COMO UM CARANGUEJO


Está a decorrer uma reunião "misteriosa" e "confidencial" - tão "misteriosa" e "confidencial" que os media sabiam dela - entre quatro vetustas figuras da chamada justiça portuguesa e do regime. O senhor ministro Costa, o senhor bastonário Marinho, o senhor presidente do STJ e o senhor PGR. Será uma sessão das "novas fronteiras" ou da "geração actual"? Seja o que for, é tudo rapaziada que faz, sem dúvida, "avançar Portugal". De lado. De um lado. Como um caranguejo. A dias de eleições. Não têm vergonha?

10 comentários:

Alves Pimenta disse...

Os paspalhos estudam a maneira mais "democrática" de impedir que, até às eleições, se fale do Fripór e do falso engenheiro que o tornou possível.
Só isso.

Garganta Funda... disse...

"Secreta" e "confindencial"...

Esses digníssimos e ilústrissimos, acham que os portugueses são todos uma cambada de palonços e idiotas?

(É tão "misteriosa", "reservada" e "secreta", que convidaram todas as televisões...

E depois querem que tenhamos apreço e consideração por esta gente que ocupa lugares de Estado!!!!

Tenham vergonham e demitam-se!)

Anónimo disse...

"Misteriosa","Confidencial"?Será uma associação de malfeitores ou uma Loja Maçónica?

Octávio Manchado disse...

Só estes quatro?
E a Dona Cândida não lhes serviu um chazinho?

Lura do Grilo disse...

Será a planear um novo Citius?

Anónimo disse...

Com o calor que está a Tia serviu-lhes cones com gelado para arrefecer o Fripôr.

Anónimo disse...

Queremos aqui manifestar a nossa profunda indignação pelo facto do senhor procurador-geral adjunto Dr. Lopes da Mota não ter sido convidado a participar nessa reunião.A Comissão de Trabalhadores do Eurojust.

hajapachorra disse...

Onde está a novidade? As sessões na loja não costumam ser 'misteriosas e confidenciais'?

Anónimo disse...

Já agora... é vergonhosa a actividade de propaganda da PJ e o destempero com que o m da justiça se referiu à prisão preventiva de uns eventuais sequestradores. Uma verdadeira intromissão. Mas disso não devem ter falado.

caozito disse...

... mais uma reunião para maltratar a 'coitada' da justiça !