9.3.10

TÃO SIMPLES



Como se podia ler - mas não tão eloquentemente - num título de um jornal, o "PEC" é uma coisa destinada a foder a classe média por muitos e bons anos. Tão simples quanto isto.

Clip: Cena de "O que farei com esta espada", de João César Monteiro. 1975

16 comentários:

www.angeloochoa.net disse...

Lisboa, Príncipe Real:
César Monteiro, boceja, canta,
louco d’asilo tenebrosamente vaiado e anulado.

www.angeloochoa.net disse...

Não, não, respondi, é a primeira vez que entro num tribunal. A 1ª e a última.
Do César Monteiro, nas Boda de Deus, Bacalhoa, Azeitão, armas, droga, não sei quê de putas,
dinheiro a rodos...
No Tribunal o acusado (Monteiro, César, na pele dele) é interpelado:
- «Levante-se o réu!»
Resposta pronta:
«Levanta-te tu, filho da puta, que eu estou inocente por mal dos meus pecados.»
Escusado será dizer que foi parar aos loucos, «loucos de encerrar» – – expressão de Miguel Bombarda
(sobre os poetas do Orfeu) citada de viva voz por Almada no programa zip-zip.

o supra citado acima angeloochoa in
http://angeloochoa.net/pdf/historiasfuribundas.pdf

Manuel Brás disse...

... quanto ficar fodido

Ficando o pé mais quebrado
com tão ténue sustentação
será mais uma vez cobrado
o bem-estar da população.

Da frouxidão imaginativa
de um programa mal amanhado
brada a ruína efectiva
do nosso regime definhado.

São tempos desenganados
por mil e uma ilusões
com valores enfunados
de desprezíveis infusões.

Tantos sacrifícios passados,
vazios e enganadores,
deixando sinais destroçados
de governos esbanjadores.

Dá vontade de gritar
de forma bem audível,
vincando o protestar
de asserção credível.

Alves Pimenta disse...

Estive a ver o Granadeiro.
Mente descaradamente.
No que se limita, aliás, a seguir o exemplo do seu chefe do momento.

Garganta Funda... disse...

Com este «sucialismo» do Sr.Sócrates estamos bem fodidos e vamos empobrecer alegremente.

Ainda há quem sustente que o «povo é sábio»; que o «povo sabe escolher»; que o «povo nunca se engana»,etc,etc.

Hasta la vista, compañeros de mi vida...

Anónimo disse...

Oh João, o menino está fodido só porque lhe vão ao bolso? Acha que é caso para perder a fleuma e abandalhar o seu blog? Ora, Joao, tenha tento na língua e respeite os leitores.

bA disse...

..., eu diria mais, a foder Portugal irremediavelmente

Alex disse...

Concordo com o anónimo 10:03. Haverá necessidade de tantas obscenidades? Gostaria de continuar a visitar este blogue apesar de algumas das suas incongruências... mas assim parece mais ambiente de taberna... mas uma taberna frequentada por clientes de fato e gravata!

Merkwürdigliebe disse...

"Porque resolveu fazer assim? Porque não o pude fazer assado.

Que é que queriam? Hum? Queriam telenovela, era?"

Ponto final paragraphe. E assim sucessivamente.

Anónimo disse...

Olha, cá está o anjinho Alex enxofradito... Ó Alex, toma um chazinho de tília e se te choca o que lês aqui, não venhas cá. Isto não é pago, o autor escreve por gozo e cidadania (acho eu), e também não é "serviço público".

Para o João: esta, nem que me pagassem... E não, não estamos forçosamente f*****s, basta fazermos as coisas certas para contrariar o "destino".

PC

javali disse...

Ahahah.

Alex disse...

Vejam bem, o PC, por iniciativa própria (quase que aposto) tornou-se no pau mandado do dr J. Gonçalves!
Vamos confirmar. Dr. J. Gonçalves: O senhor incumbiu este PC desta missão?
Aguardemos a resposta, ó ó ó ó PC... e não sofro de gaguez!
Estou a gramar este blogue! Mas preferia – talvez devido à minha condição celestial – que fosse menos poluído, menos taberneiro. Já que para o “ó PC” é o lugar que lhe serve como uma luva... para alguns comentadores não.
Uma purgazinha fazia-lhe bem. E continue a maldizer que é o que saberá fazer melhor. Já pensou o que quer ser quando for grande? Preencha o seu tempo a pensar nisso, vai ver que dará um resultadão.

Alex disse...

Uma pergunta PC: tem algum blogue próprio? Se tiver diga. Gostaria de por lá passar. Estou com curiosidade: qual será a temática?

Anónimo disse...

Alex, és um bocado idiota em ter pegado no meu pé. Não tenho blog nenhum porque não tenho o gosto suficiente para o "alimentar". Se o tivesse, seria para questionar por que temos que aturar gente que se acha melhor que os outros, tipo tu, e que passam a vida a empatar-nos. Quanto às tavernas, são bem fixes. Agora já nem cheiram a vinho, é mais cerveja.

PC

Alex disse...

Não é necessário ser ofensivo, directamente ofensivo e absolutamente grosseiro. Não lhe conferi esse direito. Os seus comentários maledicentes, a forma como se expressa demonstra ser uma pessoa que necessita de ter as arestas polidas.
Não empato ninguém. Se empatar, o Dr. J. Gonçalves se encarregará de não publicar os meus comentários. Que eu saiba, este blogue está tão aberto a mim – que acabei de chegar – com o está a você que por aqui deve andar há bastante tempo. E muito mais teria para dizer sobre esse seu comportamento asqueroso direcionado a uma pessoa que você - supostamente – nem conhece.
Faça-me um favor, PC: ignore-me.

ANTÍSTENES disse...

77

“Julgavas, se calhar, que não havias um dia de chegar ao ponto para onde sempre te encaminhaste? Não há estrada que não chegue ao fim!...
Pensas que irei agora citar-te exemplos de homens famosos? Não, vou citar-te exemplos de crianças. Ficou na história o gesto de um jovem da Lacónia, imberbe ainda, que, ao ser feito prisioneiro, começou a gritar no seu dialecto dórico: Nunca serei escravo! E comprovou as palavras pelos actos: a primeira vez que o mandaram desempenhar um trabalho servil e indigno (tratava-se de ir buscar um vaso para excrementos) ele despedaçou a cabeça contra uma parede. Como pode alguém sujeitar-se a ser escravo tendo a liberdade assim à mão?! Não preferirias tu ver morrer assim um filho teu a vê-lo chegar à velhice por cobardia?

LÚCIO ANEU SÉNECA