6.3.10

É PRECISO RODAR UM CARRO


O PSD tem até ao - e no - congresso extraordinário do próximo fim de semana hipótese para chamar a atenção. Neste momento, aquilo - debates e candidatos - ainda não entusiasmou ninguém. Isto quer dizer que, na sua errância e evenescência, o PS e o governo (que não existe) podem continuar tranquilamente naquela errância e naquela evanescência que, aliás, consta ser muita apreciada pela bovinidade cívica. O país só se vai "virar" para o PSD se perceber que o PSD se vai "virar" para ele. Os três candidatos no terreno ainda não deglutiram esta evidência e arrastam-se melancolicamente pelas secções e pelas televisões como verdadeiros "et's". O PSD precisa de alguém que chegue a Mafra e mande calar a cãzoada para o ouvir em silêncio. Como fez Cavaco na Figueira da Foz em 1985. Tão simples quanto isto.

8 comentários:

Anónimo disse...

Moderação, Dr. João Gonçalves. Moderação. E respeitinho, também.

Fado Alexandrino disse...

Há dois.
Um (MRS) não quer o outro (RR) ainda não pode.
É possivel que quando quiserem ou puderem ser tarde.

Luís Alves da Costa disse...

... como fez Cavaco Silva, em 1995, para arruinar Portugal durante dez anos, criando o conceito de "Cauda da Europa", de onde nunca mais saímos

João Gonçalves disse...

E V.,pelos vistos, está sentado mentalmente nessa "cauda". Não teria sido antes ele quem, com a UE, nos tirou dela até 95?

Toninho disse...

Boa noite.

Se tivessemos que construír um líder para o PSD a partir de cada um dos três candidatos, retirando-lhes peça por peça, não resultaria nada de jeito.

Por isso e à falta de melhor, só mesmo o Professor.

Mas isto sou eu a divagar...

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Não criem ilusões em relação ao PSD. É igual ao PÊÉSSE. É mais do mesmo.

Concentrem-se no fundamental: mudar o sistema político. Acabar com esta choldra.

Anónimo disse...

O prof. é bom a comentar. Já liderou e foi fracote.

Dará um bom PR, disso estou convencido.

Não empurrem o prof. Não lhe estraguem a vida.

Toninho disse...

Boa noite, novamente.

Sobre os dois comentários anteriores, importa este "acrescento":

Diferenças entre ambos são escassas, realmente, até nas golpadas (vide BCP/BPP/BPN) costumam andar a par.

Se no próximo congresso do PSD não existir um "sobressalto", temo que o PSD tenderá a lateralizar-se no panorama político se é que não esteja (já) mesmo.

Aqueles três "pelintras" (sim. sim, é assim mesmo!) fazem-me lembrar os campeonatos de matraquilhos de bairro.

A equipa da travessa contra a do beco, enquanto descansa a do largo.

Cumprimentos.