26.4.11

AS LAGARTIXAS

Menos de 24 horas após o lancinante apelo dos PR's à concórdia e aos bons costumes pátrios e já os partidos estão de volta àquele inconfundível registo do "eu é que sou o presidente da junta" para a gloriosa edificação da nação, em geral, e da chamada "troika", em particular. Quem nasceu para lagartixa nunca chega a jacaré.

13 comentários:

Até o Otelo já faz apelos ao bom senso, e esta malta dos partidos está-se maribando para Portugal!!!!! disse...

Ainda ontem o Otelo fez rasgados elogios à iniciativa do PR Cavaco Silva e pediu bom senso e espírito patriótico aos «líderes» partidários e seus séquitos reais.

Mas a verdade é que a rapaziada continua a partir louça.

Ele é o Lello; o Relvas; o Assis; o Diogo fiscalista, enfim, tudo uns pobres diabos que deviam estar num armazém a empilhar grades de cerveja!

Alexandre Carvalho da Silveira disse...

Estes apelos do PR e dos exPRs à união nacional, tem-me feito uma certa confusão. Como é que pessoas que têm dividido o país rigorosamente ao meio nas eleições que disputaram para o cargo, ( os 60 e tal% do Soares em 91 não contam por razões obvias), têm agora moral, para não dizer a lata, de vir pedir aos portugueses que se unam. Ainda por cima pedem uma união para administrar a miseria.
Pobre país, quem lhe acode?

Carlos Azevedo disse...

Lagartixas? Não os promovamos; minhoquinhas, e já estamos no campo do panegírico.

Anónimo disse...

Acho excelente que os quatro tenham lançado o apelo para a convergência de objectivos, mas também é preciso dizer e sem paninhos quentes, a má consciência mais ou menos elevada de alguns deles, cuja responsabilidade é de todos conhecida.
A hipocrisia sempre foi apanágio dos nossos políticos, a sua preocupação dominante de grupo, os seus interesses desmedidos e a vaidade pessoal, podem arrasar as boas intenções e levá-los a cometer
as maiores patifarias, em nome do povo.
Os quatro bem podem fazer apelos, mas francamente já ninguém os leva a sério, infelizmente para todos nós.

SRG

Padeira de Aljubarrota disse...

Já estou enjoada com tantos apelos, manifestos e quejandos.
Arre!...

Anónimo disse...

Concordo se fôr Otelo Saraiva de Carvalho a liderar uma Junta de Salvação Nacional.

E não se esqueçam de incluir nessa Junta o António José Seguro e o Marques Mendes, já para não falar do douto Prof.Marcelo.

Gallião Pequeno disse...

Sim, também concordo com a Padeira, isto dos apelos já começa a cheirar mal. O que vai sair da dita concórdia será mais uma receita com os mesmos ingredientes para agradar a todos os cozinheiros, mas quem vai comer e pagar a refeição seremos nós, os de sempre, os desgraçados e sempre famintos.

Anónimo disse...

Os PR's não apelaram à concórdia. Apelaram à concórdia deles. Se a concórdia fosse qualquer coisa que eles não estivessem de acordo acabava-se.

lucklucky

Da-se disse...

Deixou de haver qualquer diferença entre chamar socretino ou chamar fdp a alguém. Passaram a ser sinónimos.
Com a sua manifesta incompetência, o falso engenheiro – acolitado por nulidades socretinas como Teixeira dos Santos, Silva Pereira e Vieira da Silva… – afundou o País. Como é possível que ainda haja, entre os portugueses, quem se proponha voltar a votar nesta cáfila?

Licurgo disse...

Victor Silva, cantautor de Faro: título de uma sua canção- "Quem nasceu para lagartixa, nunca chega a jacaré".
Esta frase, já muito propalada, infelizmente nunca traz a marca do seu autor. Aqui fica, pois o nome dele, um farense de gema.
Suum cuique tribuere - já diziam os romanos...

Rifoneiro disse...

Muito antes de o "cantautor" Victor Silva(?) cantarolar isso, já a minha avó, que não era algarvia (longe disso, pobre da senhora...), usava o dito. Que certamente ouvira à avó dela, percebeu?

floribundus disse...

quando as pisam na cauda
abandonam rapidamente o local deixando esta parte do corpo a movimenta-se sozinha.
«tem cuidado ó Carolina que o lagarto dá ao rabo»

perdem os dentes se lhes metem um cartão na boca e puxam

Manuel Macário disse...

Rifoneiro,
no tempo da sua avó já havia jacarés...? Mas no tempo da sua bisavó decerto que não...