13.11.08

REALIDADE E TRAPÉZIO

«Trabalhadores, serviços e dirigentes que não estejam com a reforma (da administração pública) serão trucidados», disse algures o secretário de Estado da Administração Pública. Não foi nenhum governante de Pol Pot ou de Santana Lopes. Nem sequer A. J. Jardim, a "bola de treino" dos "democratas". Foi um membro do governo socialista de Sócrates. Permanece? Permanece porque a complacência bovina é absoluta. Não dei, por exemplo, pela palavra - sempre tão prontamente indignada quando se trata da Madeira - de Vital Moreira. Mas eu é que sou mau e "amargo" como adjectivam os meus ex-amigos socialistas. Em que circo é que eles fazem trapézio?

17 comentários:

Lupércio disse...

Caro J.Gonçalves,não é complacência é PUSILÂNIMIDADE!!!
Estão-se nas tintas,quer isto vá para um lado ou outro.
Acham que os cleptos que põem no poder,uma vez que representam o partido ou seja a manada que seguem,resolverão tudo por eles.
Mas que não se cale o som das trombetas para que os lobos que tomaram os rebanhos não nos tirem a todos a pele...pelo menos sem luta.

joshua disse...

No circo bem aboletado da covardia ideológica e moral, no olhar para o lado e não querer ver os abusos quer de linguagem quer de praxis de uma tirania que se declara na sua essência mais impensável, uma que odeia e despreza o que seja ser Povo e ter pensamento distinto do deles.

O Acto de Mamar ou a esperança de o fazer em boa posição deu-lhes essa capacidade de te mandar à merda pois não se pode servir a dois senhores, à própria consciência recta e aos interesses sôfregos e amorais.

Anónimo disse...

Estes trapezistas passam a vida de joelhos e de cerviz dobrada. Espectáculo deprimente, o deste circo...

Anónimo disse...

«uns comem os figos. aos outros rebenta a boca»
este desgraçado país parece o haiti do tempo daquele ditador que era pai da pátria.
o povo é ignorante, preguiçoso, desinteressado. adora gangsters e outros mafiosos. parecem baratas tontas depois duma dose de insecticida. não tem objectivos
PQP

radical livre

Anónimo disse...

Vital Moreira? aquilo em que se desunha no Causa Nossa mais parece uma versão actualizada do "Staat, Bewegung, Volk".

Não deixa de ser divertido ver lado a lado os escritos da Rosa Luxemburgo e do Carl Schmitt em versão portuguesa, lá na Causa deles...

Sumiati disse...

Também não é preciso tanto fel.
Quanto a Rosa Luxemburgo procurem o seu livro Cartas de Amor que só vos faz bem.

Anónimo disse...

Volto regularmente a este país que costumava ser o meu...vou vendo e pouco digo, observo... e aquilo que vou presenciando nas atitudes de uns para com os outros lembra-me uma descrição que a actriz Asta Nielsen deixou de uma cena em Berlim em 1916; aquando da morte de um cavalo. Quem tiver curiosidade, pp.143-44 do "Einstein in Berlin" de Thomas Levenson, Bantam Books (2003) N.Y.

«One morning, she saw a horse collapse dead in the street. "Within less than a second, women rushed toward the cadaver as if they had been poised for this moment, knives in their hands." The dead of a carthorse was almost enough to set a riot on its own. "Everybody was shouting." Nielsen observed, "fighting for the best pieces. Blood spattered their faces and their clothes." Others rushed up, strugling to sop up some of the blood if they could not lay their hands on any flesh, until finally, she wrote, "when nothing was left of the horse beyond a bare skeleton, the people vanished, carefully guarding their pieces of bloody meat thigh agains their chests."»

Zorrinha disse...

Vital Moreira não tem vergonha quando se diz preocupado com a situação na Madeira. No tempo em que era comunista e foi, por isso, cúmplice de todas as arbitrariedades e perseguições do PREC, alguém o viu preocupado com os direitos da oposição? Agora tornou-se um socialista de conveniênica e até se mostra solidário com um provocador de bandeira nazi para ajudar o seu amigo Sócartes na campanha contra a Madeira. Sim, com a chancela Vital Moreira, Sócrates é um exemplo de democrata como não se via há muito tepo em Portugal.

Anónimo disse...

Ora assim é que se arranja um bonito coro ululando contra o Samiel(só o dr. Gonçalves deve saber quem é) do tenebroso regime. Não há dúvida que o homem do "trucidado" não é exactamente um génio da comunicação,e nestes modelos de governo em parlatório ininterrupto,estes deslizes podem acontecer sem que signifiquem que a criatura pretendesse munir-se de máquinas trucidatórias para os seus objectivos. Talvez saia na próxima remodelaçãozita. Entretanto é o Samiel-Sócrates que os coristas dos comentários querem realmente atingir,e esse lá vai andando,sondagem aqui,sondagem ali.E contra "incidentes de percurso" como esta parvoíce, já está certamente vacinado

Anónimo disse...

Ao papagaio Vital aplicam-se as palavras do saudoso J.Brel na sua canção Les bourgeois:"Les bourgeois c'est comme les cochons,plus ça devient vieux et plus ça devient bête...".

causaavossa disse...

E é por isso que à causanossa (deles!) só a resposta da inclusiva (tolerante, alinhada com o racional, humanista, não elitista, contrária ao elistismo putrefacto), causa nossa, causavossa.blogspot.com

Carlos Medina Ribeiro disse...

É acerca de casos como este que Alfredo Barroso publica hoje, no seu blogue, uma crónica intitulada «Paranóias políticas» [v. aqui], de que seguidamente se transcreve o último parágrafo:

«(...) Se quisermos aplicar à actualidade política portuguesa, continental e insular, esta grelha de perturbações mentais – na qual se entrecruzam megalomania, paranóia, autismo e perversidade – facilmente concluiremos que não serão assim tão poucos os políticos lusitanos cujos comportamentos paranóides os situam na antecâmara do manicómio».

Karocha disse...

Cardinalli?

Anónimo disse...

Porque sera cus ditos orgaos da Comunicacao n falam da falencia tecnica da SIC TELEVISAO. A coisa ta tao grave que o tio xicu da 40. mil euricus a cada competencia daquela caja, sem excpxoes. Ja viram isto! Os RATOS Ja devem tar a meter cunhas para irem para a RTP RTP depois quero ouvi-los dizere que o povo e que vai pagar. n e so BPN. E NOTICIAS SOBRE ISTU?

Miguel Neto disse...

No circo em que nós somos o palhaço. Pobre!

Cáustico disse...

Vital Moreira, um merda do socialismo no tempo da União Soviética e do mostrengo Cunhal, virou socialista de merda.
Que diz este paspalho agora daquilo que defendeu no passado? Não tem uma pitada de vergonha naquela cara?
Os interesses mesquinhos opõem-se à verticalidade, à manutenção de princípios.

Anónimo disse...

Vital Moreira é administrador não executivo da EDP e jurisconsulto do governo...