26.11.08

É NECESSÁRIO EXPLICADOR?

Aos poucos, como aconteceu com outro PR por causa de Macau, vai-se montando um cerco a Cavaco. Biltres de diversas extracções - uns mais "delicados" do que outros, mas a maioria a precisar de sangue e de "notícias" frescas para vender o respectivo peixe e "encobrir" o manto diáfano da fantasia que nos governa - insistem em "ligar" o Chefe de Estado ao tema BPN. Não é preciso ter trabalhado em "informações" - e eu trabalhei, nas militares, no tempo em que elas eram vivas - para entender o que é que se está a tentar perpetrar e porquê. Tenho pena que haja gente séria a fazer proselitismo com isto. Ou outros, como Alfredo Barroso, que na sua qualidade de ex-chefe da Casa Civil de Soares, deve saber perfeitamente do que é que estou a falar. Basta, no entanto, olhar à nossa volta - Parlamento, governo, gabinetes, partidos, elites da administração pública, banca - para ver como Macau acabou em bem. Em certo sentido, Cavaco é um "corpo estranho" a este regime. Mais. É o único órgão eleito directamente pelo povo - as autarquias não contam para nada a não ser para afundar mais o regime e à Madeira "já chegaram" - que não foi "absorvido" pelo absolutismo democrático em vigor. É necessário explicador?

15 comentários:

Anónimo disse...

Não, não é. Está à vista de todos. Há quem queira agarrar tudo: e tudo é mesmo tudo. Não pode haver ninguém a contrariar. Se Cavaco, em pequenino, tivesse roubado um rebuçado a um colega de escola estaria agora a ser massacrado.

Nuno Castelo-Branco disse...

Podes ter razão quanto à construção de um "facto político". Contudo, o dr. Cavaco deu azo ao falatório. Ainda me parece bastante desacerrtado o primeiro comunicado - ele não tem nada a ver com o assunto - e a pequena entrevista de ontem. Esta última, pode vir a ser bastante desastrosa e para quê? Ou parece-te um exagero?
Cavaco Silva não é propriamente um presidente de Câmara municipal ou de Junta de freguesia. Assim, deve agir em conformidade e arrogantemente fazer ouvidos de mercador. Infelizmente, esta gente fala quando não deve e cala-se quando devia falar.
Quanto à escrita de Barroso, também dei uma vista de olhos e sinceramente, é pura partidite caciquista em acção. E logo eles... Já agora remeto este assunto para o post anterior (Tristezas). Percebes muito bem!

Anónimo disse...

em tempos falaram da obra na casa de banho da familia cavaco; dos negócios do pai e do irmão.
ninguém falou de rui mateus, dos chorudos negócios de macau,do apartamento de guterres, da casa pia.
esta desinformação procura esconder o lixo socilista: voracidade, ignorância, irresponsabilidade na saúde educação, orçamento
PQP

radical livre

JMV disse...

Parece-me que se deva recuar para um plano tão só dos factos que são por ora cognoscíveis:

Foi ou não Dias Loureiro um dos Ministros em que o actual PR fez mais confiança?

E que por cada dia, mês e ano em que integrou os seus Governos, teve de beneficiar do seu agrement?

Co-responsabilizando-se, portanto, no plano político?

Para mim, a valoração que eu faço é tão só que à sombra do actual PR muita muita má moeda se produziu; ora, se a moeda afinal fosse "boa", os méritos, os louros e os encómios seriam, muito justamente aliás, dele; sendo "má", cabe-lhe a simétrica, e igualmente justa, censura política.

Ou não?

E por que razão não haveria de assim ser?

Billy The kid disse...

Muito clarividente esta dissertação.

Os bandoleiros socratinos,seguindo aliás as tácticas de Soares,vão disparando sobre os alvos da lista dos mais procurados.
O dedo no gatilho nunca é do mandante.
Vão preparando o caminho,desgastando políticamente,para que no momento certo surja o seu candidato,que tanto pode ser o poeta fingidor,como a máquina falante Guterral.

Também penso que Cavaco não deve aceitar os duelos com figuras menores,mas acredito que deve sempre fazer prevalecer a verdade e se possível expôr os pistoleiros.

Zé Rilhafoles disse...

"E que por cada dia, mês e ano em que integrou os seus Governos, teve de beneficiar do seu agrement?"

Lê-se cada coisa...

Nesta ordem de idéias a ministra da educação beneficia todos os dias do agrement de Sócrates,Mário Lino Idem.

Um guarda costas do anterior PR foi apanhado pelas malhas da lei,como não foi despedido na hora,ainda beneficiou de muitos dias de agrement de Sampaio...

Por amor de Deus,até eu já estou a responder a estas tonterias dos fanáticos socretinos.

Nuno Castelo-Branco disse...

Adorei a adenda, João. Basta olhar à volta e compreende-se facilmente o enraizamento da monarquia constitucional numa certa Europa que funciona. Nós, continuamos alegremente à italiana, prontos a fazer o desvio para a estrada albanesa. Coisas do centenário de 2010...

Anastacio disse...

Não é preciso mesmo mais explicações. É oficial: o cavaquismo está sobre fogo cerrado. Num tempo em que as pessoas não sabem ao que se agarrar, nada como tentar destruir-lhes a ultima referência da democracia. Quando a acção de conspurcação estiver terminada, Sócrates pode enfim dizer: dizem que sou mentiroso e aldrabão, mas o Prof Cavaco deu guarida a gente muito pior que eu. E sem o Prof Cavaco, o que sobra do PSD? Não há dúvida que esta malta fandanga do Sócrates sabe como faze-las. Resta saber o que será de nós com esta gente na cadeira do poder absoluto.

Abreu disse...

Só os jornalistas alinhados com o PS é que atacam Cavaco nas insinuações e mentiras que foram lançadas nas últimas semanas. Nestes trinta e tal anos de democracia, os socialistas sempre fizeram campanhas pessoais de intimidação. Quando estão no poder, como agora, procuram esconder a sua incompetência e nepotismo com ataques violentos a quem se lhes opõe. O PS é um partido de mentalidade totalitária a que se junta o estilo trauliteiro de Sòcrates, Santos Silva, Lino & Cª. Cavaco é um obstáculo ao domínio total socialista e, por isso, há que atacá-lo de qualquer maneira. Podem continuar com as campanhas sujas, mas já estão marcados. Sempre ouvi dizer que atacar o PR é um sinal de fraqueza de quem o faz. A crise que aí vem será fatal para o arrogante Sócrates. Todos os dias os números são piores que os anteriores.

Anónimo disse...

O Prof. Cavaco cometeu o erro de dar-lhes o flanco quando promulgou diplomas com os quais não concordava. Com esta gente a abertura de precedentes é perigosa e a escalada inevitável se não se emenda a mão muito rapidamente. O cerco já está a fazer-se às claras e a situação exige medidas drásticas de contra-ataque. A serenidade não se pode confumdir com pndolência. Há que reagir! Vamos a ver se temos PR à altura.

Jacinto disse...

Alguém devia explicar ao PR que, ao lidar com a corja SÚCIAlista, será conveniente seguir o conselho de Roosevelt, o Ted : voz suave e uma grande cachaporra.
Caso contrário os crápulas lixam-no com o maior dos à-vontades(atrevo-me a suspeitar que,se alguém pronunciar "Mário Soares",a título de mero exemplo, o Prof.Cavaco percebe imediatamente a justeza da coisa...)

VANGUARDISTA disse...

Ai João, que desilusões vais ter com este Cavaco!
Ganha quatro ordenadões e subvenções, gasta mais que um rei, só nos popós blindados gasta um dinheirão, depois vem "denunciar" que recebe muitas cartas dos "novos pobres" a pedir-lhe " Sr. Presidente ajude-me que estou na miséria ..." ( a que ele lhes preparou durante aqueles inesqueciveis 10 anos de desgoverno arrogante, novo-riquismo,escandaleiras, betão e alcatrão!).
Mas afinal, era ou não accionista da SLN (BNP) e a filha também?.
Foi ou não o BNP que lhe financiou a campanha?
Tinha ou não uma conta no BNP (entre as suas 4 ou 5 contas em bancos privados)?
Os Srs. do BNP, o que está preso e os que ainda andam cá por fora a dizer que não sabiam nada, assinavam de cruz e outras desculpas esfarrapadas, são ou não muito próximos dele PR Cavaco ?
Expliquem-me s.f.f.!
Por falar em académicos proeminentes, com obra publicada, e politicos sérios, honestos e trabalhadores ...
O Dr. Salazar quando morreu deixou as casas e terrenos que herdou dos pais e cerca quatrocentos contos na CGD (banco do Estado). Quatrocentos contos em 1968 não dava para comprar um modesto apartamento de 4 assoalhadas, sem garagem, em Benfica (ao Califa) pois custavam 650 c..
Conheço vários filhos e netos de Ministros do Dr. Salazar que não herdaram fortunas, nem casas, nem investimentos.
Alguns ex-governantes até morreram e deixaram as suas famílias em situações económicas bem dificeis.
Outros tempos ... que eram ...
A bem da Nação!

Carlos Medina Ribeiro disse...

No que toca aos comentários que concretamente o referem, Alfredo Barroso responde hoje no seu blogue [aqui]

Nuno Castelo-Branco disse...

Depois disto tudo, achas que ainda vão comemorar a "coisa" daqui a dois anos? Quando vi Cavaco Silva a inaugurar a estátua de D. Carlos em Cascais - e o discurso que fez -, fiquei na dúvida.

Cáustico disse...

A matilha há muito que está solta. Cavaco que se cuide.