25.12.10

AGARREM-NO SE PUDEREM


Tivemos "direito" ao fatal Sócrates. E à sua fatal "crise" internacional que justifica praticamente tudo. "Olhem lá para fora, se fizerem favor", "olhem para a Europa", etc., etc. Para Marte, de onde ele veio qual rei mago tecnológico. Mas, sobretudo, não reparem em nós. Nele. Por isso, portugueses, dotado da graça da "energia" e do "vigor", Sócrates não vai desistir mesmo que o país desista dele. Até a graçola do PISA - que ainda ninguém teve a coragem de desmontar - serviu o sapatinho do premier como "sintoma" do nosso "desenvolvimento" e da "mudança". Agarrem-no se puderem.

11 comentários:

David Levy disse...

Assim que ele começou a falar desliguei imediatamente a televisão. Já não o aguento.

Anónimo disse...

Até no dia de Natal mente descaradamente!

Octávio V. Gonçalves disse...

Caro João Gonçalves,
O que não falta são desmontagens do PISA 2009.
Deixo-lhe dois exemplos:

http://octaviovgoncalves.blogspot.com/2010/12/caiu-torre-de-pisa.html

http://octaviovgoncalves.blogspot.com/2010/12/ai-estao-os-factores-que-explicam-os.html

Boas Festas!

José Cipriano Catarino disse...

"PISA: Mentiras e Perplexidades", prof. Santana Castilho:
http://www.scribd.com/doc/45783570/Pisa-mentiras-e-perplexidades

joshua disse...

Um optimista rodeado de optimistas, idiota rodeado de idiotas.

Gallião Pequeno disse...

... Porque vivemos num país das bananas e de bananas...

burns disse...

esse palerma até no dia de natal tenta o truque de ilusionismo,no entanto,seria bem mais perigoso se acreditasse naquilo que dizia,porque aí passava de aldrabão para doente mental
este beirão é um tratado de psiquiatria e chora porque o país não lhe agradece aquilo que o sabujo tem feito,podia ter decorado a árvore de natal com o jorge coelho e com o amigo vara

Hermitage disse...

Este gajo entrou, em definitivo, na galeria das nossas maiores anedotas.
Nem vale uma palavra mais.

Anónimo disse...

Qual foi a audiência desta converseta? Para além dos jornalistas e alguns bloggers, claro... É que já não há ** que aguente este fdp do dito cujo.

PC

Anónimo disse...

O "homem" é transmontano (Vilar de Maçada) e não beirão.

Cáustico disse...

Desculpem-me. Continuo na minha: é precisa mais acção e menos palração. O gajo, utilizando o fraseado de outro socialista de merda,é o maior aborto político que o país já teve. E deve ser tratado sempre como tal. Sem atentar contra a sua integridade física, faça-se tudo o que for necessário para o fazer calar ou para não sermos forçados a ouvir esse aldrabão sem vergonha, sem escrúpulos, vaidoso e pedante ao nível da sua estultícia.