6.5.08

CARAS

A dra. Ferreira Leite recebeu ontem, "emocionada", o apoio de Barbosa de Melo, um respeitável ancião que foi presidente da AR e que o país, muito justamente, ignora. Vai também "jantar" com o dr. Balsemão, o "número um", que costuma ornamentar qualquer mesa de qualquer presidente ou putativo presidente do partido. E diz a dra. Leite que a coisa não é um problema de "caras". Depois de uma entrevista sem qualquer interesse dada ao Expresso, da parte desta candidata só lhe conhecemos as "caras". As do costume.

5 comentários:

António Pires disse...

Vamos ver o que o Santana Lopes vai dizer hoje.
Se deixar de se olhar tanto ao espelho, e se se souber rodear de gente competente, tem capacidade para empolgar "as bases". Não precisa (ou, nem deve)mostrar essa gente, apenas o respectivo saber.

Jojó disse...

"diz a dra. Leite que a coisa não é um problema de "caras".

Realmente é um problema de caras. Essencialmente de velhas caras velhas.

Anónimo disse...

o barbosa ainda dá umas bengaladas bem dadas.por falar em jovens: não tenho visto "o tio patinhas"

excrente disse...

Só que a competência e a lealdade não se avaliam pelas "caras" ... muito menos 'as do costume', isto é, as habituais.

Contudo, há "caras" em todos os pontos cardeais.

Ângelo Ochôa disse...

«Quem vê caras não vê corações...»
(Vox populi vox Dei...»
Mas... já agora... vide Ezequiel... se Ihaweh corrigiu ao profeta os aforismos constantes da boca do povo... quem sou eu pra emendar a voz corrente? O certo é que amigo J G está em causa a dignidade de um Portugal e de «cumprir-se» não sujeita à opinativa oscilação bloguística. Creia-me desapaixonadamente desejoso de um melhor amanhã que por hoje andamos incertos de tempo senão nublados.